sangue

O mistério da casa que sangrava em Atlanta

sangueAs casas que sangram são um fenómeno que se tem vindo a repetir ao longo da história e para o qual, em muitos casos, não existe qualquer explicação minimamente verosímil. Diversas investigações policiais e até mesmo paranormais já tentaram averiguar o que estava a acontecer nas paredes dessas casas sem o conseguir.

Hoje vamos falar de uma dessas casas que sangram nos Estados Unidos, mais propriamente sobre a casa que sangrava em Atlanta.

 

O mistério da casa que sangrava em Atlanta

Os factos ocorreram em Setembro de 1987 e até mesmo o New York Times fez eco desse estranho acontecimento.

O casal Minnie e Will Winston dormia tranquilamente na noite de 8 de Setembro de 1987, na sua casa no número 1114 da Fountain Drive, na cidade de Atlanta. Ela tinha 77 anos e ele 79 nessa altura. À meia-noite, Minnie levantou-se para ir à casa de banho e quando ali entrou verificou que o chão e as paredes estavam cheias de sangue. Alarmada, chamou imediatamente o marido, pensando que podia ter havido algum acidente, pois este andava com problemas de saúde e ia a sessões periódicas de diálise devido a um problema renal. Will levantou-se imediatamente. Quando o ouviu, Minnie respirou mais calmamente porque o seu pijama não apresentava qualquer sinal de sangue. Mas, então de quem era aquele sangue todo? Juntos deram a volta à casa e viram que havia outras 6 divisões da casa com o mesmo aspecto. O sangue caia das paredes e empapava o chão.

casa que sangravaOs Winston chamaram então a polícia que procurou na zona algum animal ou pessoa ferida ou morta, mas não encontram nada. Minnie e Will confirmaram que não tinham qualquer tipo de ferida e que nessa noite tinham-se deitado por volta das 9, não tendo ouvido qualquer ruído fora do normal. Tiraram amostras e enviaram-nas para análise. O sangue veio a confirmar-se ter origem humana e ser do grupo 0. Ficou assim descartada a possibilidade de ser de algum dos dois Winston, pois ambos eram do grupo A. Também foi descartada a possibilidade de ser uma brincadeira porque o facto de ser sangue humano, bem como a quantidade de sangue encontrado na casa, tornava esta hipótese bastante improvável.

Os factos não se repetiram. Já passaram quase 30 anos desde então e ainda não foi encontrada qualquer explicação minimamente razoável para o mistério da casa que sangrava em Atlanta, permanecendo este como um dos casos não resolvidos pela polícia local.

E tu? O que achas que aconteceu neste mistério da casa que sangrava?

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close