medusas

Curiosidades: Estudando uma medusa

medusaAs medusas são essas estranhas criaturas marinhas de corpos translúcido que encontramos em todos os oceanos do mundo.

Existe uma grande variedade de medusas: algumas têm veneno quando picam, outras são mais inofensivas. Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre esses organismo tão antigos na história da Terra.

 

Adaptações evolutivas das medusas

São três as principais ferramentas adaptativas de uma medusa:

  • São compostas essencialmente por água, mais de 90 % do seu corpo, o que lhes permite flutuar facilmente.
  • Têm células urticantes, por vezes venenosas, para atacar os seus inimigos.
  • Desenvolveram longos tentáculos com os quais apanham as suas presas e as ingerem.

 

Sistema nervoso das medusas

Na realidade estes animais não têm um cérebro ou sistema nervoso central propriamente dito. Possuem uma rede de nervos na epiderme, através da qual detectam outros organismos.

Quando sentem algum toque, o estímulo transmite-se ao longo da rede. Algumas medusas também têm o que se chama ocelos, órgãos sensíveis à luz, que não formam imagens mas que detectam a iluminação e a orientação espacial.

 

O que comem as medusas?

A maioria das medusas come peixes, larvas e até mesmo ovos de diversas criaturas aquáticas, mas também se alimentam do zooplâncton.

Na realidade, comem tudo o que apanham com os seus tentáculos sensíveis.

medusas

Como obtêm energia do meio ambiente?

As medusas extraem nutrientes dos seus alimentos, incluindo hidratos de carbono, e fazem-nos através da reacção com o oxigénio num processo chamado respiração aeróbica, semelhante à combustão, base de todo o metabolismo animal.

 

Defesa natural das medusas

As medusas picam os seus inimigos com os chamados nematocistos, que são estruturas afiadas especializadas na defesa, localizadas nos tentáculos. Quando estes ferrões penetram a pele podem injectar veneno e, nalgumas espécies podem mesmo causar reacções adversas ao ser humano, sendo prudente nunca fazer contacto directo com as medusas, ou seja tocar directamente com a nossa pele.

Embora estes animais pareçam ser seres muito simples, têm uma natureza muito complexa, fruto de uma evolução muito especial. Devemos aprender com elas e respeitá-las, assim como a todos os animais.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...