As 10 maiores terremotos desde 1900

As 10 maiores terremotos desde 1900

Desde 1900 que tem havido terramotos de grande intensidade. No ano passado aconteceu outro grande terramoto e este ano outro ainda maior do que esse. Mas via CNN aqui mostramos os 10 maiores terramotos que aconteceram desde 1900.

1) Em 22 de maio de 1960, um terramoto afectou a cidade de Valdivia no Chile com uma magnitude de 9.5 graus na Escala de Richter. Este foi o mais forte na historia moderna e matou 1.716 pessoas.

2) No dia 26 de Dezembro de 2004, aconteceu um terramoto de 9.3 graus, cujo epicentro verificou-se no oceano perto das costas de Sumatra e da Indonésia, e que esteve na origem do tsunami que matou cerca de 226.000 pessoas.

3) Em Março de 1964, no Alasca aconteceu um sismo de 9.2 graus.

4) O terramoto que sacudiu o Japão na madrugada de 11 de Março foi de 9.0 graus, sendo o quinto maior desde que há registos

5) Na Rússia, na península de Kamchatka, em 1952 ouve um sismo com a força de 9.0 graus.

6) No dia 31 de Janeiro de 1906, aconteceu um terramoto de 8.8 graus no Equador, do qual se desconhece o numero total de mortos.

Foto após o terremoto do Chile em 2010

7) O terramoto de maior intensidade registado em 2010 aconteceu no Chile no dia 27 de Fevereiro, e foi de 8.8 graus. O numero de de vítimas mortais foi de 486.

8 ) Em Fevereiro de 1965, um sismo de 8.7 graus não fez feridos nem mortos no Alasca.

9) Sumatra registou um sismo de 8.6 graus em Março de 2005, deixando milhares de mortos.

10) O sismo de 1950 com epicentro no estado indiano de Assam, afectando a Índia e o Tibete foi de 8.6 graus, havendo registos de 780 pessoas mortas embora os que faleceram na zona do Tibete não tivessem sido contabilizados nos números oficiais.

Fonte: CNN

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...