Utsuro-bune. O misterioso caso dos pescadores japoneses e de uma alienígena?

A lenda fantástica de utsuro-bune, ou do “barco oco” em português, remonta ao ano de 1803 no Japão. Existem várias teorias e interpretações no sentido de procurar um sentido lógico a esta história que mistura folclore japonês e ufologia.

Vamos conhecer hoje o intrigante encontro entre uns pescadores japoneses e uma suposta alienígena no século XIX. Este é provavelmente um dos primeiros encontros extraterrestres documentados na história.

 

Utsuro-bune, a lenda japonesa sobre um encontro alienígena

Segundo reza a lenda, uns pescadores foram surpreendidos no dia 22 de Fevereiro de 1803 por uma embarcação que apareceu na costa oriental do Japão. Nunca havia sido visto nada minimamente parecido em toda a região.

Imaginemos um barco em forma de disco, com umas dimensões de apenas 3,3 metros de altura e 5,45 metros de largura. Era muito pequeno. Para além disso, na parte superior havia janelas de cristal e estava coberta por um material forte e liso parecido com bambu coberto por uma espécie de tinta vermelha. Na base parecia haver umas placas metálicas com formas de triângulo. Era assim o utsuro-bune, ou pelo menos foi assim ilustrado o “barco oco”.

ufologiaO que era este estranho disco que flutuava pelo mar? Haveria alguém lá dentro? Questionavam-se os locais espantados. Para esclarecer as dúvidas, os homens juntaram forças e arrastaram o barco para a areia. Naturalmente que a primeira coisa que fizeram foi olhar pelas janelas, descobrindo uma série de sinais incompreensíveis. E também verificaram que havia alguém dentro da embarcação.

Era ocupada por uma mulher de cabelos ruivos e pele pálida, a qual vestia uma indumentária estranha para os habitantes locais. Também não faziam a mínima ideia do que misteriosa mulher lhes tentava dizer. Falava outra língua incompreensível para eles. A única coisa de que tinham a certeza é que a mulher escondia algo valioso numa caixa de madeira que protegia nervosamente.

A situação era demasiado confusa para os pescadores e restantes habitantes, pelo que decidiram devolvê-la ao mar, onde acabou por desaparecer.

Mas a historia não ficou por aqui. Ao longo dos anos foram surgindo diversas teorias sobre aquele estranho encontro descrito no livro “Hyoryu Kishu” ou “Diário dos náufragos” (1603-1868).

Utsuro-buneUma delas sugere que a utsuro-bune teria sido um OSNI (objecto submarino não identificado), e que a mulher de cabelos ruivos seria uma alienígena. Em contrapartida, os que descartam que isso tenha algo a ver com um encontro imediato do terceiro grau, dizem que tudo terá sido produto de uma combinação entre realidade e fantasia. Os dois elementos são recorrentes nas lendas tradicionais japonesas, pelo que é possível uma náufraga europeia ter ido dar a terras japonesas.

A razão para isso é que os japoneses do período Edo viviam quase isolados do resto do mundo. Consequentemente, os traços físicos da misteriosa mulher a bordo da utsuro-bune eram muito diferentes dos japoneses.

Em relação às dimensões da nave e à suspeita caixa de madeira carregada pela mulher ruiva, os historiadores dizem que um velho costume russo poderá ser a solução para o mistério. Nas aldeias das zonas mais orientais da Rússia, as mulheres que cometiam adultério eram expulsas num pequeno barco para sofrerem uma morte lenta à deriva no oceano. Para tornar o castigo ainda pior, eram acompanhadas na travessia pela cabeça do amante que era colocada numa caixa de madeira.

Achas que faz algum sentido toda esta história? Qual a versão que achas mais convincente?

loading...

Deixe o seu comentário

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Refresh