mona lisa

O retrato escondido na Mona Lisa

mona lisaA Mona Lisa é uma das mais famosas peças de arte da história humana. Este retrato de meio corpo do artista italiano Leonardo da Vinci, pensado para representar Lisa Gherardini em princípios do século XVI, foi dado ao rei da França há muito tempo e tem estado em exibição permanente no Museu do Louvre em Paris desde 1797.

 

Dentro da pintura da Mona Lisa

Agora, 500 anos depois da sua conclusão, o cientista francês Pascal Cotte garantiu ter descoberto detalhes ocultos dentro da pintura. Segundo a BBC isto poderá significar que a famosa mulher pintada não é realmente a Mona Lisa.

Cotte, co-fundador da Lumiere Technology, teve acesso à pintura (oficialmente conhecida como a Gioconda, a “mulher feliz”) onde utilizou uma técnica pioneira com a qual afirma ter encontrado uma segunda mulher por detrás do retrato. Com esta técnica é possível analisar exactamente o que está dentro das camadas da pintura, já que se pode “descascar” como uma cebola.

 

Como?

A técnica não é invasiva, o que significa que não causa qualquer dano à pintura. A Mona Lisa foi submetida a uma série de luzes intensas, e depois uma câmara de grande alcance recolheu as variações da superfície.

Cada camada de pintura acrescentada à tela original produziu uma pequena “protuberância” que sobressaí na superfície. Estas protuberâncias são construídas uma e outra vez, o que significa que a pintura final ocultou muitas camadas anteriores de pintura sob a superfície. Cotte disse que este sistema pode detectar camadas finas intrincadas debaixo da superfície através da medição de pequenas alterações.

 

Conclusões

Estas reflexões foram utilizadas para reconstruir diversas camadas ocultas na pintura e as conclusões de Cotte têm vindo a colocar em alvoroço o mundo da história da arte. Antes da Mona Lisa ter sido pintada como conhecemos, é possível ver outro retrato detalhado de uma mulher diferente. Isto significaria, segundo Cotte, que esta mulher “reconstruída” poderia ser a Lisa original e que a mulher definitiva pintada que todos vemos hoje não é a Mona Lisa.

Há mais de seis décadas que a Mona Lisa tem sido objecto de vários exames científicos, incluindo os que utilizam infravermelhos e outras partes do espectro electromagnético. Cotte afirma que o seu sistema consegue penetrar mais profundamente nas camadas da pintura do que as investigações anteriores.

gioconda

Mas afinal quem é a mulher misteriosa do quadro?

Embora a identidade da mulher pintada esteja aberto a uma interpretação aberta, a maioria dos historiadores de arte são de opinião que Leonardo da Vinci pintou Lisa Gherardini, a esposa de um comerciante de seda de Florença.

No entanto, Martin Kemp, professor emérito de História de Arte na Universidade de Oxford, está convencido que os dados “ocultos” revelam a verdadeira identidade da pessoa retratada na pintura.

O Louvre não se pronunciou oficialmente sobre estas descobertas mas este novo mistério seguramente que serve para aprofundar ainda mais a intriga que envolve o famoso retrato que vale actualmente mais de 782 milhões de dólares.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...