petróleo

Origem e formação do petróleo

petróleoO petróleo é uma das substâncias mais conhecidas e utilizadas na civilização contemporânea, e embora a sua formação tenha acontecido há muito tempo atrás, os seres humanos apenas o começaram a utilizar como fonte de energia há relativamente pouco tempo. Na actualidade os principais países produtores de petróleo são o Reino Unido, os Estados Unidos, a Rússia e a Noruega, enquanto os países árabes têm importantes reservas. O facto de o petróleo ser uma matéria-prima cujo preço é estabelecido a nível internacional, de também ser uma fonte de energia limitada (uma vez que as reservas irão esgotar-se algum dia), transformam-no num produto perfeito para a especulação.

Os hidrocarbonetos (petróleo não refinado) são compostos por hidrogénio e carboneto, e encontram-se em grandes bolsas ou reservas no subsolo do nosso planeta, sendo um produto extremamente contaminante tanto aquando da sua extracção, como no processo de transformação em outros produtos. Quando se encontra no estado líquido, é chamado de “crude”, e quando se se encontra no estado gasoso é definido como “gás natural”. O petróleo pode-se usar para fabricar gasolina, querosene, alcatrão, gás natural, propano, butano e cerca de mais 2000 produtos, desde dissolventes até plásticos.

Os hidrocarbonetos têm origem num longo e complicado processo químico no subsolo que acontece de forma natural. Este processo é marcado tanto pelas elevadas temperaturas do interior do planeta como pela pressão, que decompõem a matéria orgânica que durante milhares de anos foi assentando no leito das reservas de água (mares, oceanos e lagos). Com a passagem do tempo, a acção da pressão e da temperatura, estes materiais orgânicos sedimentares foram-se transformando em hidrocarbonetos.

A primeira patente sobre o uso do petróleo como combustível para iluminação (querosene) foi registada pelo canadiano Abraham Gessner no ano de 1852, embora já fosse comercializado desde 1850. Foi necessário passar mais de um século para que em 1955 Benjamin Silliman publicasse uma lista sobre derivados que se podiam obter do petróleo destilado.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...