trevo de quatro folhas

O trevo de quatro folhas, esperança, fé, amor e sorte

trevo de quatro folhasO trevo de quatro folhas é considerado desde tempos antigos como sendo um amuleto que trás consigo boa sorte, sendo tão raro que encontrar um já em por si só uma grande sorte, uma vez que apenas 1 em cada 10.000 trevos tem quatro folhas.

Esta excepção deve-se a uma mutação genética, devido à qual é possível encontrar trevos com mais de quatro folhas, sendo o recorde (segundo o livro Guinness dos recordes), um trevo com 21 folhas encontrado por um agricultor japonês em 2008.

Se o encontrar, cada uma das suas folhas irá trazer-lhe bons augúrios: esperança, fé, amor e sorte, mas existem muito mais crenças e lendas em volta das propriedades mágicas desta especialidade botânica.

 

Superstições sobre o trevo de quatro folhas

  • Se uma mulher solteira encontrar um, irá casar-se com o primeiro homem que vir a partir desse momento.
  • Para que o trevo de quatro folhas traga boa sorte, deve ser guardado entre as folhas da Bíblia ou no interior de um sapato.
  • Contar as folhas do trevo libera as pessoas do stress.
  • A sua forma em cruz protege as pessoas do demónio.

 

Lendas sobre o trevo de quatro folhas

  • Dia de São Patrício (Irlanda)

São Patrício é o Santo Padroeiro da Irlanda e o seu símbolo é um trevo. Neste caso o trevo apenas está relacionado com São Patrício porque foi a metáfora encontrada por este para explicar os mistérios da Santíssima Trindade.

  • Noite de São João (Inglaterra)

Na Inglaterra e durante a manhã do dia de São João, as jovens solteiras têm o costume de procurar trevos de quatro folhas, para os colocar debaixo da almofada quando forem dormir à noite. Dizem que desse modo irão sonhar com o futuro esposo.

1

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...