Escolas de condução japonesas oferecem aulas em BMW e massagens

Escolas de condução japonesas oferecem aulas em BMW e massagens

As escolas de condução japonesas, que à semelhança de outras empresas, estão a atravessar um período difícil a nível económico, decidiram combater o cada vez menor número de alunos, através de serviços como massagens e aulas em automóveis BMW.

«Comparativamente com outros períodos, é cada vez mais difícil conseguir novos clientes», disse Aki Takahashi, presidente da Musashi Sakai Driving School de Tóquio.

«Acreditamos que a concorrência a nível de preços não pode ir mais longe, por isso estamos a reforçar os nossos serviços de outra forma», acrescentou.

Segundo os dados mais recentes, o número de alunos a tirar a carta de condução, em Tóquio, diminuiu, nas últimas duas décadas, mais de metade, ao mesmo tempo que o número de escolas quase não se alterou. Situação que se agrava com as previsões que apontam para uma diminuição da população japonesa em um terço em 50 anos, caso as actuais tendências de quebra.

Deste modo, os estudantes da Musashi Sakai podem optar por serviços extras como manicura, vários tipos de massagens para aliviar a fadiga acumulada durante as aulas de condução, um menu, especialmente, indicado para mulheres ou, caso os alunos sejam pais, serviços de cuidados para as crianças enquanto os pais se encontram nas aulas.

Por outro lado, a escola dispõe, ainda, de automóveis BMW para as lições dadas em auto-estrada e motas Harley-Davidson para as aulas de condução de veículos de duas rodas, sendo que as instruções também estão disponíveis em inglês e com sinais para deficientes auditivos. A gama de automóveis da escola inclui, ainda, veículos adaptados para pessoas portadoras de outras deficiências.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...