Porque a música está tão alta nalgumas lojas como se fosse uma discoteca?

Porque a música está tão alta nalgumas lojas como se fosse uma discoteca?

Porque a música está tão alta nalgumas lojas como se fosse uma discoteca? 1

Quem nunca entrou numa dessas lojas de roupa jovem e cool, de cores apelativas, preços escandalosos e tamanhos estranhos. Em alguns casos, tanto vendedores como clientes parecem saídos de alguma discoteca acabada de encerrar.

O que mais chama a atenção destes locais é a sua vocação de discoteca: a luz é ténue, existem focos de cores apontando para locais estratégicos e acima de tudo, ouve-se uma música alta e geralmente ritmada, como se estivéssemos numa galera ou a ouvir os tambores de uma tribo perdida.

Que necessidade é essa dessas lojas se apresentarem como se fossem alguma discoteca? Porque a música está tão alta? A resposta é que a música influencia o nosso autocontrole. Ou seja, compra-se de forma mais compulsiva quando se tem uma banda sonora a troar nos ouvidos.

A musica é de certa forma uma droga legal, pois o ser humano é uma criatura muito influenciável pelas notas musicais.

Os efeitos da musica ambiente no consumidor são tão comuns que já nem se discute se tem algum efeito ou não, sendo aproveitado para potenciar as vendas das lojas. O psicólogo David Hargreaves explica assim a situação:

Segunda a opinião da maioria, o tempo voa quando nos divertimos, mas se gostas da música e te concentras nela, o tempo passa mais lentamente. A música que não seja do agrado faz com que o tempo pareça passar mais lento e a música faz com que a percepção do tempo aumente. Ao vendedor coloca-se um dilema: é preferível usar a musica para tornar mais agradável a loja ou para fazer sentir às pessoas que o tempo passa rapidamente?

Kathleen Vohs, professora de marketing da Universidade do Minnesota:

A sobrecarga faz com que as pessoas tomem decisões de maneira menos deliberada.

Julian Treasure, responsável da Sound Agency:

Som um som inapropriado as lojas perdem até 30% nas vendas. (…) Os sons afectam a secreção de hormonas, a respiração, o ritmo cardíaco e as ondas neuronais.

Segundo Rafael Muñiz no livro Marketing no século XX, a música lenta faz com que a clientela fique mais tempo na loja:

A permanência no estabelecimento alonga-se, aumentando também as probabilidades de que que comprem mais.

Isto é tudo muito irónico se tivermos em linha de conta que, segundo a OMS, o ruído mata no mundo 200.000 pessoas todos os anos. No entanto, não o posso evitar, também sou mais produtivo quando existe ruído à minha volta do que em silêncio absoluto.

1

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...