velocidade da luz

Como foi medida a velocidade da luz pela primeira?

velocidade da luz

Desde a Grécia Antiga que os astrónomos têm tentado medir a velocidade da luz. Aqueles primeiros astrónomos acreditavam que esta era infinita, embora não encontrassem forma de conseguir provar esta teoria.

De qualquer forma, acreditou-se que a velocidade da luz era infinita até ao século XVII. Galileu tentou medir a velocidade da luz através de lanternas equipadas com obturadores que um assistente abria em momentos específicos. Galileu tentou medir o tempo que a luz demorava a atravessar um campo com vários quilómetros no qual tentou fazer a medição, embora o único resultado fosse afirmar que a luz era demasiado rápida para poder ser medida.

Ole Rømer

Ole Rømer

A primeira verdadeira medição da velocidade da luz teve lugar em 1676. Ole Rømer, enquanto observava as luas de Júpiter apercebeu-se que o lapso de tempo entre os eclipses de Júpiter com as suas luas era mais curto quando a Terra se movia em direcção a Júpiter, e mais longo quando a Terra se distanciava. Este comportamento anómalo apenas fazia sentido com uma velocidade da luz finita.

Tendo isto em conta, Ole Rømer foi a primeira pessoa a estimar a verdadeira velocidade da luz, com um valor na ordem dos 214.000 km/s. Considerando a antiguidade da medição e sabendo que naqueles tempos desconhecia-se a distância exacta que separava Júpiter da Terra, a medição até foi surpreendentemente próxima do valor real da velocidade da luz.

Meio século mais tarde, em 1725, James Bradley tentou medir a distância de uma estrela através da observação da orientação da mesma em dois momentos diferentes do ano. Com o movimento de translação da Terra, Bradley pretendia obter uma triangulação que lhe permitisse medir esta distância. Uma vez obtidas as medidas, apercebeu-se de um problema nelas, explicando-o através da aberração da luz.

James Bradley

James Bradley

Três anos mais tarde, enquanto Bradley observava Draco, tendo em conta a aberração da luz que ele mesmo havia descoberto e a conhecida velocidade da Terra em torno do sol, Bradley obteve uma medição mais acertada da velocidade da luz para um valor na ordem dos 301.000 km/s.

Já no século XIX, Armand Fizeau e Leon Foucault tentaram medir a velocidade da luz na Terra através de espelhos separados por uma grande distância, mas sem que as suas medições conseguissem melhores resultados que os obtidos por Bradley anos atrás.

Seria apenas Maxwell com os seus avanços no campo do electromagnetismo, que tornou possível a medição da velocidade da luz de forma indirecta através da permeabilidade magnética e da permitividade eléctrica. Com a teoria de Maxwell foram muitos os que melhoraram as medições da velocidade da luz até se chegar ao valor adoptado em 1983 de 299.792,458 km/s.

 

Fontes e mais informação:

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...