vampiros

Vampiros, um grande negocio?

vampirosVampiros, um grande negocio? Definitivamente, sim. Os chupadores de sangue tornaram-se no grande fenómeno dos últimos anos, tanto no âmbito editorial, como cinematográfico e televisivo; graças aos adolescentes que têm uma atracção fatal por estas personagens.

A saga literária Crepúsculo (escrita por Stephenie Meyer), levada aos écrans de cinema com imenso êxito, está no topo: alcançou o valor de 7.000 milhões de dólares desde a sua estreia no grande écran.

Em Hollywood, os adeptos de sangue são como as novas estrelas de rock; assim o diz o “The Hollywood Reporter”. As películas protagonizadas por estes seres das trevas têm alcançado o êxito e arrecadado lucros fabulosos.

Outros êxitos que se juntaram ao Crepúsculo, são: “Vampires Suck”, e as series de televisão: “True Blood” ou “Vampire Diaries”.

No que respeita ao negocio editorial, já foram vendidos mais de 120 milhões de livros com historias sobre vampiros, o que permitiu lucrar uns meros 1.600 milhões de dólares. A tudo isto junta-se o merchadinsing – com 600 milhões de dólares em vendas – e os videojogos, as fitas pornográficas, entre outros produtos, também com 600 milhões de lucros.

Mas o que atrai tanto nos vampiros? Eles, que vêm do mundo das trevas, têm uma relação estreita com a morte e, por sua vez, com o amor eterno. Temas que chamam imensamente a atenção aos adolescentes.

Os vampiros, que vivem durante séculos, desejam ter na sua vida um pouco de amor humano. Além disso, as historias de vampiros têm também outros atractivos, nomeadamente romance, horror, acção,sexo e morte.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...