Rir realmente é o melhor remédio

Rir realmente é o melhor remédio

Rir realmente é o melhor remédio 4

Os médicos consideram que o riso é tão saudável como a prática de exercícios. De acordo com eles, uma gargalhada é como uma “exercicio interno” – ela faz com que a sua pressão sanguínea diminua, assim como o stress e activa o sistema imunológico.

Voluntários de uma pesquisa assistiram a 20 minutos de comédia ou de números de stand up, e as suas hormonas relacionadas com o stress e até mesmo o nível do colesterol diminuiu um pouco. Além disso, o apetite também foi estimulado.

A gargalhada, então, pode prevenir doenças cardíacas, ajudar no tratamento da diabetes e é muito importante, principalmente, para idosos que não conseguem fazer tanto exercício físico.

O Dr. Lee Berk, da Universidade Loma Linda, na Califórnia, acredita que as emoções têm um impacto muito grande na saúde do corpo. A quantidade de endorfina que é libertada no corpo é semelhante à que recebemos após fazermos exercício fisico.

Berk estudou a gargalhada por mais de vinte anos e mostrou que ela pode regular o organismo. Também é uma forma importante de diminuir o stress após um dia de trabalho.

No seu último estudo ele dividiu voluntários em dois grupos. O primeiro assistiu “O resgate do soldado Ryan” e o segundo a peças de comédia. AS amostras de sangue recolhidas mostraram que aqueles que assistiram comédia tinham menos hormonas relacionadas ao stress e mais células imunológicas.

Em 1997, Berk fez um estudo mais longo com pacientes diabéticos e com problemas cardíacos. Um grupo deveria assistir comédia todos os dias enquanto o outro não. No fim de um ano o grupo da comédia precisava de menos remédios para controlar a pressão do sangue.

Via: Telegraph

1

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...