Porque comemos pipocas no cinema?

Porque comemos pipocas no cinema?

Apagam-se as luzes, os projectores ligam-se e a maioria das pessoas que ocupa a sala do cinema está com o seu pacote de pipoca entre as mãos. Mas, e porquê esse costume?
Esse costume foi inventado nos Estados Unidos entre 1929 e 1933, época da Grande Depressão que levou treze milhões de norte americanos ao desemprego. Devido a precária situação financeira, o principal meio de entretenimento era o cinema, na época um espectáculo acessível a todos os orçamentos. E, para ter o estômago igualmente entretido durante a exibição, os pobres espectadores compravam pipocas, que eram feitas da matéria prima mais abundante e mais barata daquela época nos Estados Unidos: o milho.
Hoje, nos Estados Unidos, as vendas de pipoca chegam a 45% dos lucros dos cinemas! Os americanos consomem, por ano, 15,12 bilhões de litros de pipoca, cerca de 51 litros por pessoa.
Recentemente, o presidente da Sony Pictures propôs aos exibidores que oferecessem lanches mais saudáveis, como: iogurte e saladas de frutas, mas a moda não pegou. O costume da pipoca já está arreigado na população norte americana e se propagou para o mundo inteiro.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...