Para descansar no trabalho como uma avestruz

Para descansar no trabalho como uma avestruz

Muitas pessoas trabalham longe de casa não tendo grandes oportunidades de sair para muito longe do local de trabalho. Por isso hoje temos aqui um artigos dedicado a quem não tem tempo de ir a casa almoçar, mas que no entanto ainda têm algum tempo livre para poder dormir um pouco.

Não é usual em muitos países, mas noutros sim, mas a sesta poderá ser realmente necessária para continuar a trabalhar com intensidade e concentração durante o resto do dia.

Bom, pois esta poderá ser uma solução agradável para quem precisa mesmo de descansar um pouco e retemperar forças para o resto do dia. Ostrich é, bem é… como a podemos descrever? não é uma almofada, não é um colchão, não é uma cama e ainda menos uma peça de roupa, mas é um pouco de cada uma. É uma espécie de gruta acolchoada que ajuda a relaxar a cabeça e as mãos por alguns momentos sem necessidade de ter que abandonar o local de trabalho, um pouco como o nosso próprio micro-lar. Foi desenvolvida pelo estúdio de design e arquitectura Kawamura Ganjavian.

Cada vez mais se passa mais tempo nos locais de trabalho o que significa frequentemente ter de de “inventar” forma de compatibilizar o descanso e as actividades laborais no mesmo espaço. O lugar onde trabalhamos raramente se adapta a este novo paradigma de trabalho-descanso.

Não poderia estar mais de acordo e efectivamente é preciso descansar a cabeça quando se trabalha por períodos de mais de 5 horas seguidas. Não é uma questão de vida ou morte, mas não há nada de mal em relaxar um pouco e continuar o trabalho com maior concentração, penso eu.

Esta ideia acho-a bastante curiosa, mas não sei se me adaptaria a ter a cabeça dentro de um saco-almofada deste tipo.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...