Os cães sabem distinguir as emoções humanas

Os cães sabem distinguir as emoções humanas

caes

Quem tem animais e partilha a sua vida com estes amigos de quatro patas talvez já desconfiasse disso, mas agora os cientistas estão a estudar as emoções e a inteligência dos animais. E os resultados são surpreendentes.

Que um cão entende as emoções humanas de alegria e tristeza é algo óbvio, mas a ciência tem a sua própria linguagem, e precisa de outro tipo de certezas. Nos laboratórios trabalha-se de outra forma, e chega-se a conclusões com base em procedimentos e testes científicos, embora haja questões que, tal como esta, não sejam necessárias para termos a certeza acerca da nossa opinião.

A raiva intimida-os

Nesta investigação, cientistas do Instituto de Investigação Messerli da Universidade de Medicina Veterinária de Viena, na Áustria, propuseram-se averiguar se os cães distinguem as emoções humanas. Mais concretamente, se conseguem diferenciar quando uma pessoa está feliz ou zangada. Para isso levaram a cabo uma experiência onde cães de várias raças tinham que fazer uns exercícios de associação composto por duas partes, com umas fotos onde apareciam pessoas que lhes eram conhecidas e outras desconhecidas.

cãesCuriosamente e segundo as conclusões publicadas na revista Current Bioogy, os cães mostraram maior “entusiasmo” e uma melhor aprendizagem com as caras que não estavam irritadas, uma reticência que os cientistas interpretaram como um sinal de reconhecimento emocional dos humanos.

É a primeira vez que se consegue demonstrar que animais podem distinguir as nossas emoções humanas. Tal ainda nem sequer foi feito com primatas, indiferentes aos sentimentos expressos nos rostos de outras espécies.

8

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...