extraterrestes

O que dizem as religiões sobre a possibilidade de vida extraterrestre?

extraterrestesAcreditas na existência de vida fora da Terra? As antigas civilizações começaram a questionar-se acerca deste tema logo que olharam pela primeira vez para as estrelas e a resposta era dada de acordo com as suas crenças.

Hoje em dia, as diferentes religiões têm a sua própria forma de entender o significado da vida e o que é possível ou não de acordo com os seus dogmas. Por essa razão queremos explorar um pouco o que dizem as religiões mais importantes acerca da existência ou não de vida extraterrestre.

 

Igreja Católica e Igreja Ortodoxa

vida extraterrestreO Vaticano tem o seu próprio observatório e o padre jesuíta José Gabriel Funes, que está encarregue do mesmo, declarou há apenas dois anos que está receptivo à existência de vida extraterrestre há muito tempo.

Para este sacerdote, o facto de se acreditar na existência de vida fora da Terra não vai contra as crenças católicas, uma vez que «assim como existe uma multiplicidade de criaturas na Terra, pode haver outros seres, até mesmo inteligentes, criados por Deus. Isso não está em contraste com nossa fé porque não podemos colocar limites à liberdade criadora de Deus».

Apresar das declarações do director do Observatório do Vaticano parecerem lógicas, não representam toda a instituição que de uma forma geral tem uma visão mais vaga, apesar de admitir a possibilidade de existência de vida extraterrestre, no entanto estes seres seriam menos avançados e servis, exactamente o oposto ao que é postulado pela comunidade científica.

A Igreja Ortodoxa, um ramo da Igreja que não segue o Papa e tem os seus próprios patriarcas, é mais céptica em relação à existência de alienígenas.

 

Judaísmo

ovnisA Torah, o livro sagrado do judaísmo, refere que «apesar de existirem outras estrelas para além da que ilumina a Terra, tudo o que foi criado no universo existe apenas com o propósito de servir o homem», quer seja física ou espiritualmente. Esta é também uma ideia se contrapõe rotundamente à defendida pela ciência.

À medida que avançaram os tempos, os rabinos e estudiosos da religião abriram-se à existência de vida extraterrestre, mas esta não teria livre arbítrio, pelo que não poderia ser considerada como uma ameaça.

Apesar de Deus ter criado a Terra e as suas criaturas para servir os humanos, existe a possibilidade de futuras gerações humanas viverem em novas terras ainda não descobertas para assegurar a sua existência, tal como Deus guiou os judeus até à Terra prometida.

 

Islão

religião extraterrestesO Corão, o livro sagrado do Islamismo, também menciona a possibilidade de haver vida fora da Terra, mas responderia ao poder e à orientação de Alá, nome pelo qual conhecem Deus. Apesar da possibilidade da existência de extraterrestres estar em aberto, estes não seguiriam a religião muçulmana, uma vez que Maomé não seria o seu profeta, pelo que viveriam em mundos paralelos guiados pelo seu próprio profeta.

 

Cristianismo Evangélico

vida fora da terraTodas as religiões semíticas, judaísmo, cristianismo e islamismo, que têm como base o Velho Testamento (mesmo que este seja referido com diferentes nomes) acreditam que Deus é o centro do universo e a preocupação principal de Deus é o homem tal como o conhecemos.

Deus tem capacidades ilimitadas, pelo que se pode interpretar a existência ou não de vida extraterrestre segundo as ramificações de cada uma destas religiões, as quais podem variar bastante, desde a negação absoluta até estarem bastante abertas ao tema.

Logo após o Grande Cisma da Igreja Católica, formaram-se diferentes ramos do cristianismo, os quais têm crenças, regras e interpretações diferentes. A posição das religiões sobre a vida extraterrestre varia bastante, embora de uma forma geral sejam mais fechados em relação a este tema do que os católicos.

Os adventistas (Igreja Adventista do Sétimo Dia) acreditam na existência de vida fora da Terra enquanto esperam a segunda vinda de Cristo, o que abre as portas a toda e (quase) qualquer opção.

As Igrejas Baptistas são mais cépticas acerca da possível existência de vida extraterrestre, e a existir, seriam seres não redimidos ante o pecado original e necessitariam de ser absolvidos por Cristo, mas também mereceriam o mesmo tratamento que um ser humano pois todas as criaturas foram criadas pelo mesmo Deus.

Os luteranos, por seu lado, foram os primeiros protestantes e guiam-se pela teologia de Martinho Lutero, que diz que os seres que serão salvos, nasceram assim e seriam terrestres. Se existirem outros, seriam pecadores e não merecedores da absolvição de Deus.

Podíamos continuar, mas o principal que fica é que estas ramificações do Cristianismo seguem as escrituras de forma mais literal do que o catolicismo, deixando de lado o cerimonial ou simbólico, pelo que as interpretações estão mais apegadas à palavra escrita do que o podemos inferir.

 

Mórmons

mormonsOs mórmons são os mais abertos em relação à existência de vida extraterrestre, já que consideram que existe, embora ainda a não tenhamos encontrado. Os extraterrestres viverão nos seus planetas, procurando a sua salvação e a sua imortalidade.

A Igreja Mórmon, também conhecida como Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, tem como meta para os seus membros conseguir chegar a um nível de exaltação semelhante a Deus, e portanto, reinar num planeta com os seus próprios súbditos que seriam os que consideramos extraterrestres.

Os seres que habitam estes planetas desconhecidos seriam sensíveis e com um marcado pensamento racional. Ao contrário das outras religiões onde apenas se pode intuir ou interpretar a existência de extraterrestres, o Livro de Mórmon deixa bem clara a sua posição nos textos.

 

Hinduísmo e Budismo

budismoAs religiões com base no oriente e que não têm um livro sagrado definido ou uma deidade principal, têm crenças muito mais abertas, sobretudo no que diz respeito à reencarnação e karma, pelo que os hinduístas e budistas serão provavelmente os menos cépticos acerca da existência de vida extraterrestre.

No caso do hinduísmo, é totalmente possível a existência de criaturas que venham de fora do nosso planeta, mas por ser uma religião onde as pessoas estão ordenadas de acordo com castas, seria necessário definir a qual estes seres pertencem, e se são inferiores ou superiores aos seres humanos.

O budismo é menos estruturado e não se limita apenas à Terra, uma vez que o seu dogma pode ser aplicado a qualquer universo, conhecido ou não, descoberto ou ainda oculto, pelo que seria mais simples a integração.

 

Tenhas a religião que tiveres, és livre de ter as tuas próprias crenças e apesar das pessoas religiosas serem menos propensas a aceitar a existência de vida inteligente fora do planeta, continuam a ter liberdade para ir aceitando o que a ciência vai descobrindo.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...