sonâmbulo

O que acontece quando se acorda um sonâmbulo?

sonâmbuloNa antiguidade pensava-se que a alma se separava do corpo enquanto dormíamos, pelo que despertar uma pessoa sonâmbula poderia romper o frágil vínculo entre a alma e o corpo, deixando a pessoa num estado vegetativo. Mais tarde, com a chegada da ciência especulou-se sobre que os efeitos que poderiam ocorrer, desde morrer de enfarte até sérios danos cerebrais, mas o tempo acabou por demonstrar que nenhuma destas teorias estava correcta.

Hoje em dia sabemos que o único perigo que existe é a reacção do sonâmbulo ao acordar, que devido ao susto ou à confusão poderá provocar danos a quem o despertar ou a se mesmo. Como diz o doutor Giuseppe Plazzi (Universidade de Bolonha) o perigo é ainda maior se se tratar de uma pessoa forte e vigorosa, pelo que é altamente recomendável deixar o sonâmbulo tranquilo ou guiá-lo de regresso à cama, mas sempre cuidadosamente para não provocar danos. Devido ao sonambulismo ocorrer durante a fase de sono de ondas lentas (SOL), pode ser difícil despertar estas pessoas, mais uma razão para não o fazer.

A reacção de um sonâmbulo a ser despertado não é diferente da de qualquer outra pessoa a acordar quando ouve um ruido forte, pois todos nós ficamos sobressaltados quando isso acontece, mas não provoca nenhum ataque cardíaco. A única coisa a acrescentar nestes casos e a desorientação experimentada por estas pessoas quando despertam repentinamente fora da cama e em qualquer lugar. É frequente que durante estes episódios os afectados falem, realizem algumas tarefas simples ou mesmo cheguem a abandonar a sua casa. Também existe a chamada “sexomnia”, ou seja a prática de relações sexuais durante o sono.

O sonambulismo é mais frequente em crianças pequenas, sendo comum que ocorra pelo menos uma vez em cerca de 30% das crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 12 anos, e aproximadamente em cerca de 2% dos adultos. Entre 1% e 6% das crianças e adolescentes podem ter episódio de sonambulismo de forma continua. Pelo menos uma em cada 250 pessoas em idade adulta caminha durante o sono uma vez por semana. Segundo estudos recentes, o sonambulismo é hereditário, e pensa-se que factores como o stress, o álcool e as drogas podem desencadear episódios de sonambulismo.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...