o monstro do lago ness

O monstro do Lago Ness existe?

o monstro do lago nessO monstro do Lago Ness existe? O Lago Ness é muito famoso devido ao suposto monstro que vive nas suas profundezas. É uma lenda que existe há cerca de 1500 anos nas Highlands da Escócia.

Nessie é o nome da criatura, que habita no lago. Quem deu a conhecer a sua existência foi um sacerdote irlandês que percorria as Highlands. Segundo vários testemunhos, o monstro tem uma cor vermelho escura, pele lisa e mede oito ou nove metros de comprimento.

A maioria dos cientistas e demais especialistas não encontraram provas suficientes para confirmar a existência de Nessie e consideram que as informações são fraudes ou más identificações. Existem varias imagens desta criatura mas não são suficientemente claras para concluir sobre a veracidade da existência do monstro.

Especulou-se que o monstro seria uma espécie de enguia gigante, uma orca, um peixe gigante, uma enorme lontra, etc, mas a maioria das descrições indica que existiria uma criatura que se assemelha aos plessiossauros há muito extintos, que eram criaturas aquáticas pré-históricas.

Segundo as expedições realizadas por cientistas desde 1970, o Lago Ness é uma falha geológica que mede 40 km de comprimento por 2 km de largura e é muito profunda e pode alcançar os 225 metros de profundidade.

Esta falha ter-se-ia formado à cerca de 300 milhões de anos e nesses tempos alguns dos antepassados do monstro terão ficado presos, não tendo podido regressar ao oceano, tendo que se adaptar a outro estilo de vida, habitando nas águas escuras do lago à muitos milénios.

Em 1991 estudaram-se todos os dados do Lago Ness e chegou-se à conclusão que não existe nada de anormal no lago que faça crer sobre a existência de alguma criatura estranha.

Um Comentário

  1. valmir
    Fev 21st

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...