caranguejo dos coqueiros

O descomunal caranguejo dos coqueiros

Quando se fala de animais de grande porte, procedentes de espécies normalmente pequenas, mencionamos as serpentes, as aranhas e outros que inspiram mais medo do que admiração. Mas, e se disséssemos que existe um caranguejo que se alimenta de cocos e que pode mesmo chegar a pesar 9 quilos?

caranguejo dos coqueiros

caranguejo dos coqueiros

Pois bem, este estranho animal existe e é conhecido como o caranguejo dos coqueiros, uma espécie própria das zonas do Pacífico Ocidental e do Índico. As cores da sua carapaça podem variar entre o púrpura, o violeta e vários tons de marron.

Este crustáceo, que também é conhecido como o caranguejo eremita terrestre, tem um peso médio de 5 kgs, embora como já mencionamos, alguns exemplares possam chegar aos 9 kg de peso. Alimenta-se preferencialmente de cocos, embora também possa comer plantas, ovos de aves ou de tartaruga e cadáveres de outros animais.

Utiliza as suas enormes patas para trepar às árvores onde obtém frutas e folhas, assim como cocos, que é capaz de abrir usando as suas fortes pinças, que também utiliza para transportar alimentos para o seu esconderijo.

O caranguejo dos coqueiros tem traços comuns com os caranguejos eremitas, sobretudo durante os 30 dias que costuma durar a muda de carapaça, altura em que se vale das conchas ou carapaças de outros animais, para proteger o seu corpo do ataque dos predadores.

Uma das características mais curiosas deste animal é que é apenas um ser aquático durante os dois primeiros meses de vida, tornando-se depois completamente terrestre, ao ponto de se poder afogar na água, porque ao longo da sua evolução, os seus brônquios especializam-se na vida em terra.

Outra particularidade é que a sua actividade é maior durante a noite, passando as horas de luz escondido na sua toca, normalmente entre rochas e pedras. É ainda muito amigo do alheio, sendo frequente serem atraídos por objectos brilhantes (tal como acontece com as gralhas), e não é estranho vê-los com ferramentas ou mesmo cobertos com metal. Com efeito, o seu nome científico é Birgus Latro (Latro provém da palavra latina para “ladrão”).

Os caranguejos dos coqueiros são um manjar à mesa, e quem já provou garante que o seu sabor é parecido ao da lagosta, sendo frequentemente cozidos em vapor, embora grelhados também sejam muito apreciados. Tradicionalmente são servidos acompanhados com leite de coco, triste ironia para o pobre animal.

2

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...