el Caminito del Rey

O caminho mais perigoso do mundo

el Caminito del ReyO interesse por esta vertiginosa estrada, que percorre um caminho entre duas aterradoras paredes de pedra vertical, surgiu devido a um vídeo publicado na Internet. Desde então que o fluxo de turistas, visitantes, alpinistas e outros curiosos não tem parado.

Este caminho, que ganhou a pulso o nome de “caminho mais perigoso do mundo”, fica na província de Málaga (Espanha) e é conhecido desde há muito como “el Caminito del Rey”. O seu nome verdadeiro é Desfiladero de los Gaitanes. A construção, concluída em 1905, foi feita enquanto era construída uma hidreléctrica no rio Guadalhorce. Os trabalhadores precisavam de uma passagem que cruzasse os desfiladeiros para o transporte dos materiais, vigilância e manutenção do canal. Em 1921 o rei Afonso XIII teve que cruzar o ‘Caminito’ para a inauguração da Represa Conde del Guadalhorce, e desde então a rota passou a ser conhecida por seu nome actual.

Entretanto, o abandono e a falta de manutenção fizeram com que a estrutura da estrada ficasse comprometida, causando até o desmoronamento de algumas etapas. Por esse motivo, El Caminito del Rey é o ponto favorito dos muitos turistas que procuram emoções fortes.

Em Junho de 2011 o governo da comunidade autónoma da Andaluzia em conjunto com o governo provincial de Málaga acordou em dividir os custos de um projecto de restauração do caminho (que inclui a construção de um estacionamento, um centro de visitantes e um museu) no valor de €9 milhões. O projecto duraria aproximadamente três anos. Várias das características originais serão mantidas, e os novos materiais utilizados também manterão o desenho antigo original. O projecto também inclui iluminação com lâmpadas led para visitas nocturna.

O caminho mais perigoso do mundoHoje em dia esta passagem é considerada como uma das zonas de escalada mais populares da Europa. Não há muitos anos foram instaladas umas escadas de metal e um cabo de aço que permitem aos mais valentes aventurar-se nos perigos deste vertiginoso percurso com cerca de três quilómetros, que deve sempre ser percorrido com todas as medidas de segurança necessárias. Como curiosidade, é de referir que em 1965 foi rodado neste mesmo lugar o filme norte-americano “Coronel Von Ryan”, cuja rodagem deixou duas plataformas como testemunho. Para terminar, não se esqueça de que fazer este percurso sem as devidas autorizações acarreta multas no valor de até 6000 euros…

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...