mauna kea

Mauna Kea, a maior montanha do mundo

Se fizéssemos um pequeno inquérito perguntando qual é a maior montanha do mundo, seguramente que a imensa maioria responderia inevitavelmente que seria o Monte Evereste (e nalguns casos os Himalaias), com 8.848 metros de altura a partir da sua base. No entanto, existe um vulcão inactivo que supera o Evereste (em altura desde a base) em cerca de 1.200 metros, que fica situado no arquipélago do Havai e se chama Mauna Kea.

mauna keaO Mauna Kea tem a sua base sob as águas oceânicas, situada aproximadamente entre os 5.500 e os 6.000 metros de profundidade, e cujo cume alcança os 4.205 metros acima do nível do mar. O resultado disto é uma montanha com cerca de 10.000 metros de altura no total, cuja maior parte se encontra escondida da vista sob o mar.

Mauna Kea quer dizer “montanha branca” em havaiano, e este nome é derivado do facto de ter o seu cume coberto de neve durante o inverno. Tem também glaciares que se deslocam da caldeira até às encostas da cratera. Estima-se que a última sua erupção terá ocorrido há cerca de 3.500 anos. É um dos principais vulcões que formam a ilha do Havai juntamente com o Mauna Loa, Kohala, Hualalai e o Kilauea.

Também tem 12 observatórios astronómicos instalados no seu topo e encostas, incluindo dois dos maiores telescópios ópticos do mundo, chamados Keck I e Keck II, devido à excelente visibilidade existente nesta região com uma média de 300 noites limpas durante todo o ano. É considerado como sendo um dos melhores locais do planeta para a observação astronómica, pois fica acima de 90% do vapor de água das nuvens e de 40% da massa atmosférica. Outra das suas vantagens como observatório é que a suave morfologia do terreno facilita grandemente as tarefas de transporte dos materiais.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...