Via Láctea

Porque é que a nossa galáxia tem o nome de Via Láctea?

Via LácteaQuando pensamos no céu, nos astros e no universo, vem-nos à mente nomes mitológicos relacionados com o zodíaco ou simplesmente sem grande sentido. Por isso podemos pensar: quem deu ou porque foram dados esses nomes? E se olharmos para a Via Láctea, tudo se torna ainda mais surrealista. A que se deve este nome? Porque está relacionado com o leite? Foi alguém que se lembrou enquanto comia um iogurte ou um bocado de queijo? Vamos tentar esclarecer este tema.

Via Láctea

Como é a Via Láctea?

Recordemos que a Via Láctea é a galáxia onde está o Sistema Solar e o nosso planeta Terra. Tem a forma de espiral e 200 mil milhões de estrelas. Demoraria cerca de 100 mil anos a percorrê-la de um extremo ao outro viajando à velocidade da luz.

Se não te parece suficientemente grande, podemos ainda dizer que faz parte de um aglomerado de galáxias chamada Grupo Local. É a segunda maior de todas, logo atrás de Andrómeda. Imagine-se o tamanho de todas juntas.

Diga-se ainda que a Terra está (segundo estimativas de técnicos da NASA) a uns 250 quatrilhões de quilómetros do buraco negro no centro da galáxia. Estamos na zona que é considerada habitável, a salvo da enorme radiação nos extremos dos braços e no centro, pelo que de momento não nos temos de preocupar com isso.

Via Láctea

Porque é que a Via Láctea tem este nome?

Em relação ao nome, a Via Láctea chama-se assim devido à sua aparência no céu. Se olhares para o céu numa noite sem nuvens verás um grande braço leitoso a atravessar o céu. Foi assim que os romanos olharam para o céu e deram esse nome à nossa galáxia.

Via Láctea, traduzido do latim, significa literalmente «Estrada de Leite». Não obstante, isso tem explicação. Aparentemente, a palavra grega Galáxia derivava do vocábulo Leite, embora desconheçamos os motivos.

Infelizmente, a palavra grega «Galáxia» perdeu-se e não sabemos com exactidão as suas origens. Mas dada a importância da cultura grega e da sua influência sobre os romanos, não será estranho que tivessem dado esse nome aquele enorme braço da Via Láctea.

Seja como for, a Via Láctea era muito importante na cultura clássica. Aristóteles acreditava que era o lugar onde a esfera celeste entrava em contacto com a esfera terrena.

No entanto, ainda passariam alguns anos até ser identificado com exactidão o que era aquele enorme braço. Galileu já o observou com o seu telescópio em inícios do século XVII. A sua natureza real foi-se tornando mais evidente para Herschel em finais do século XVIII. Mas foi apenas há poucos anos que se confirmou que era apenas mais uma dentro de um imenso universo com milhares de milhões de outras galáxias.

Apesar de tudo, o seu nome nunca foi colocado em dúvida. Por isso é e continuará a ser a Via Láctea por muito tempo… ou pelo menos assim parece.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...