frankenstein

Frankenstein, nascido de uma aposta

frankensteinA famosa novela de Mary W. Shelley, Frankenstein foi escrita para ganhar uma aposta. Tudo começou no verão de 1816, historicamente recordado devido ao frio terrível que devastou o hemisfério norte devido à erupção de um vulcão em Tambora (Indonésia).

Mary e o seu esposo, Percy Bysshe Shelley, viajaram para a Suíça para visitar o seu amigo e escritor Lord Byron, que nesse momento estava muito interessado em histórias de fantasmas. Byron fez uma aposta entre os Shelley e o seu médico pessoal, o doutor John Polidori, para ver quem escrevia a melhor história de terror.

A aposta não foi muito bem-sucedida, tendo apenas o médico finalizado a sua história, a qual diga-se em abono da verdade era muito fraca. Mas Mary, no seguimento da ideia, esboçou o conceito geral de Frankenstein e escreveu alguns capítulos. Sem querer e obrigada por uma aposta, tinha escrito o primeiro relato de ficção científica na história da literatura. E não foi apenas isso, tinha também inaugurado o género gótico.

A poucos dias de começar a escrever, Mary teve um pesadelo onde apareciam pessoas mortas. Usou essas imagens por si sonhadas, incorporando-as na história, que já estava fortemente influenciada pelas conversas que ouvia entre Polidori e o seu marido acerca das experiências realizadas naquela época por Luigi Galvani e Erasmus Darwin, dois cientistas que tentavam usar o fluxo eléctrico com a intenção de reviver corpos inertes.

Os últimos retoques da novela estiveram a cargo de Percy, o qual em finais de 1817 se ocupou de alguns detalhes no estilo e na correcção gramatical.

No entanto a versão mais conhecida foi a editada na década de 1830. Mary, obcecada com a obra, decidiu corrigi-la e reescrevê-la totalmente. O manuscrito original foi encontrado na Biblioteca Bodleiana da Universidade de Oxford, a qual permitiu rever a edição da primeira versão, sem a intervenção de Percy Shelley.

Actualmente existem três edições de Frankenstein: a original de 1817, a modificada de 1818 com a ajuda de Percy e a reescrita em 1831. A primeira é a versão mais obscura e cruel.

Um Comentário

  1. ZuzoBem Gara
    Dez 27th

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...