Fenómenos atmosféricos curiosos

Fenómenos atmosféricos curiosos

Fenómenos atmosféricos curiososAli, onde muitos querem ver fantasmas, ovnis e todo o tipo de manifestações sobrenaturais, provavelmente apenas aconteceu um fenómeno atmosférico curioso, mas natural, embora pouco frequente, mas que é perfeitamente explicável à luz da ciência.

Vamos de seguida conhecer algumas das surpresas com que o céu nos presenteia.

 

Eventos Luminosos Transientes

Eventos Luminosos TransientesOs duendes e os elfos não existem apenas nos contos de fadas. Foram baptizados com o nome de “Eventos Luminosos Transientes”, umas descargas eléctricas bastante raras que apenas ocorrem na atmosfera superior. Por essa razão, foram vistos pela primeira vez por pilotos de aviões estratosféricos.

Mais tarde, a ciência estudou-os e chegou à conclusão que se trata de descargas eléctricas que ocorrem a altitudes de cerca de 80 quilómetros, durando apenas alguns milésimos de segundo, e que emitem uma luz vermelha.

Existem também outros fenómenos parecidos chamados de “jactos azuis”: neste caso, trata-se de cones de luz azul que se manifestam a uma altitude um pouco menor. Os cientistas ainda não conseguiram determinar com exactidão a causa destes fenómenos atmosféricos luminosos.

 

Chuva Vermelha

chuva vermelhaOutro dos fenómenos atmosféricos curiosos que já deram muito que falar é a chuva vermelha.

Existem alguns testemunhos escritos e desenhos que atestam a ocorrência deste fenómeno já no tempo dos romanos, o qual causava grande admiração e era visto como um mau presságio.

Naturalmente que a primeira coisa que qualquer um pensaria era que estava a chover sangue. No entanto, o tom destas gotas de chuva é dado por pigmentos de pó ou de areia levantados por ventos fortes e que se misturaram com a água nas nuvens. Este fenómeno natural é bastante comum, principalmente nas regiões em volta do deserto do Sahara.

 

Relâmpagos globulares

raio globularUm dos fenómenos estranhos mais espectaculares que se conhecem são os relâmpagos globulares. Trata-se de bolas de luz que flutuam no ar durante as trovoadas. O mais inquietante é que estes raios globulares deslocam-se e já aconteceu terem entrado em casas através das janelas ou das chaminés.

O seu tamanho é variável. Enquanto alguns são pequenos como uma bola de pingue-pongue, outros podem alcançar o tamanho de uma bola de futebol.

Não emitem calor e podem apenas emitir um som pouco perceptível. Por vezes podem mesmo explodir e provocar incêndios.

 

Os três sóis

Também o sol nos reserva algumas vezes grandes espectáculos. Quando o sol está muito próximo da linha do horizonte e existem algumas nuvens altas (cirros e cirrostratos), pode acontecer um fenómeno onde se vê o sol e dois reflexos do mesmo ao seu lado, dando a ilusão de haver três sóis ao mesmo tempo. Estes reflexos são conhecidos pelo nome de parélios e são manchas luminosas muito comuns nos halos solares.

Na realidade, estes reflexos nada mais são do que pontos de luz provocados pelo reflexo do sol sobre os cristais de gelo das nuvens cirros e cirrostratos na alta atmosfera.

 

O que achas destes fenómenos atmosféricos curiosos? Já presenciaste algum deles?

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...