curiosidades da islandia

Curiosidades sobre a Islândia

curiosidades da islandia

Reiquiavique

Há poucos dias falámos aqui sobre o Planeta Terra. Pois bem, hoje vamos conhecer um ponto muito concreto deste grande planeta: Islândia. Um país muito particular que parece viver à parte da Europa, como que num recanto onde tudo parece paz e tranquilidade, num completo isolamento onde a natureza ainda está num estado pristino e por vezes o tempo parece deter-se.

No entanto, mesmo países como a Islândia, têm as suas próprias tradições e dose de coisas curiosas que merece a pena conhecer, como por exemplo o seu passado viking.

 

  • A primeira curiosidade tem a ver precisamente com as suas raízes vikings. Sabias que um dos primeiros exploradores que chegaram à América do Norte e que fundou a primeira colonia europeia nesse território foi um islandês? Exactamente, o seu nome era Leif Eirksson, filho do conhecido explorador norueguês Erik, o Vermelho, tendo isso acontecido por volta do ano 1000.

 

  • A própria língua também tem raízes profundas no seu passado, tendo-se alterado muito pouco ao longo dos anos, de tal forma que qualquer islandês comum poderia ler os textos escritos na época do filho de Erik, o Vermelho.

 

  • Sigamos com as tradições vikings. Os islandeses mantêm ainda, tantos séculos depois, um costume em relação aos nomes. Já reparaste quantos apelidos acabados em -sson existem na Islândia? Isso acontece porque o nome próprio é seguido pelo prenome do pai mais o sufixo -sson que significa filho, ou o sufixo -dóttir, no caso de ser uma filha. Por exemplo, Gustaffsson significa “filho de Gustaff”.

 

  • Vamos agora a coisas um pouco mais modernas. Por exemplo, a Islândia é um dos poucos países no mundo que tem um banco com a informação genética de todos os seus habitantes.

 

  • Reiquejavique também teve o seu papel na história do mundo pelo seu papel chave na Guerra Fria, tendo sido na capital islandesa que se reuniram em 1984 Ronald Reagan e Mikhail Gorbatchev para acordar o fim daquela penosa época da Historia.

 

  • Reiquejavique é ainda a capital mundial localizada mais a norte. Mesmo assim a Noruega, a Suécia e a Finlândia têm territórios que ficam ainda mais próximos do Círculo Polar Ártico, mas nessas zonas não existe nenhuma capital.

 

  • Falando do Ártico, a Islândia está geograficamente muito próxima. Falando em termos geológicos a Islândia é um dos territórios mais jovens da Terra, com “apenas” 20 milhões de anos, quando nasceu em resultado de uma erupção volcânica produzida nas profundezas do Oceano Atlântico.

 

  • A sua particular formação geológica permitiu a existência de maravilhosas paisagens e sobretudo, de abundantes géiseres, havendo mais de 600 distribuídos um pouco por toda a ilha, o que torna este país recordista na quantidade de vulcões e géiseres.

 

  • A Islândia tem quase 11% do seu território coberto por glaciares, mas curiosamente também tem quase 200 vulcões, 30 dos quais estão activos. É por isso que chamam a este país a “Terra do fogo e do gelo“.

 

  • Esta ilha é a segunda maior em tamanho da Europa, com 102.819 km2, sendo ainda o quinto país do mundo com menos corrupção (há não muito tempo tinha apenas 118 presos e apenas havia uma unidade policial que usava armas), tendo sido ainda o primeiro país do mundo com uma mulher a presidir o governo.

 

  • As suas forças armadas foram abolidas no século XIII.

 

  • No verão, durante quase 3 meses, o sol brilha durante as 24 horas do dia. É o que nós conhecemos como Sol da Meia-noite.

 

  • E para terminar, uma última curiosidade: o Parlamento, designado por Thingvellir, é o mais antigo da Europa.
1

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...