Como funciona uma bateria?

Como funciona uma bateria?

Hoje em dia estamos rodeados pelas baterias: nos telemóveis, nos portáteis, nos automóveis, etc. Uma bateria é um dispositivo que permite produzir electrões a partir de uma reacção química, mais conhecida por reacção electroquímica.

Se olharmos bem uma bateria podemos observar como esta tem dois terminais ou polos. Um deles normalmente está marcado com um sinal positivo “+” enquanto que o outro tem um sinal negativo “-”. Ao ligar-se estes dois terminais, os electrões fluem, tão rápido quanto podem, desde o terminal negativo até ao terminal positivo. Normalmente colocamos algum tipo de carga neste cabo, como um telemóvel, uma bomba ou um motor.

No interior da bateria, uma reacção química produz estes electrões a uma determinada taxa (resistência interna). Para que a reacção tenha lugar, os electrões devem deslocar-se do pólo negativo para o pólo positivo. Esta é a razão por que podemos, em teoria, deixar uma bateria desligada e não perder a energia. No entanto quando o circuito está ligado, o fluxo de electrões fará com que a bateria se descarregue.

Como funcionam as baterias recarregáveis? A ideia principal destes dispositivos é simples: quando se lhes é aplicada uma diferença de potencial ao fluxo de electrões que se produzem durante a descarga, este inverte-se, e a energia é restaurada.

Num automóvel, há uma bateria de ácido/chumbo que fornece energia aos sistemas de arranque e ignição. O carregador da bateria é o alternador. Um dispositivo que converte a energia obtida a partir da gasolina em energia eléctrica e a distribui quando é necessário. Nos veículos eléctricos e híbridos, as baterias de tracção utilizam-se para mover o veículo. Existem muitos tipos de baterias entre as quais as de níquel-cádmio ou as de iões de lítio.

A velocidade com que uma bateria é recarregada depende da quantidade de corrente introduzida pelo carregador na bateria. Algumas baterias podem suportar uma voltagem maior num curto espaço de tempo sem problemas de sobreaquecimento enquanto que outras precisam de uma menor voltagem aplicado durante mais tempo.

É importante recordar que não existe nenhuma bateria, recarregável ou não, que possa durar para sempre. Todas as baterias sofrem do efeito de envelhecimento. Quanto mais se use uma bateria, menor será a sua capacidade também.

 

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...