Como funciona o cinema em 3d?

Como funciona o cinema em 3d?

Vivemos num mundo em constante evolução, onde a tecnologia evolui a passos de gigante. É o caso do cinema e dos populares filmes em 3D. Uma invenção, afinal não tão recente quanto isso, tal como veremos neste artigo, que está forçosamente destinado a dominar o mercado nos próximos anos.

No entanto, como funciona esta tecnologia? Porque existem televisores onde não é necessário usar óculos? Quais as diferenças dos primitivos óculos de cor vermelha e azul? Vamos descobrir.

Antes de poder explicar como funciona a tecnologia 3d há que explicar o funcionamento do olho humano e porque dispomos de dois olhos. Graças ao nosso sistema de visão, somos capazes de reconhecer uma serie de imagens através dos olhos e após um processamento no cérebro, reconhecer as imagens. Os nossos olhos funcionam como uma câmara fotográfica, recolhendo sucessivos fotogramas do que nos rodeia. Mas,tal como numa foto, ao ver uma imagem apenas temos consciência de duas dimensões: altura e largura. Aqui é onde entra em jogo dispormos de um segundo órgão de visão.

Mas uma vez que ambos os olhos são idênticos, e por isso quando observam um objecto apenas são capazes de analisar duas dimensões, porque então somos capazes de reconhecer objectos em 3d? Na realidade, ao dispor-se de dois olhos permite apreciar a profundidade de um objecto, a partir do paralelismo entre as imagens captadas pelas duas vistas.

Diagrama de Descartes

Diagrama de Descartes

Graças a existir uma separação entre os dois olhos, somos capazes de “capturar” a imagem de um objecto a partir de dois ângulos diferentes. Esta faculdade chama-se visão binocular ou visão estereoscópica e permite-nos através do cérebro, construir uma imagem em 3d a partir do processamento destas duas imagens. Podem fazer a experiência clássica de experimentar colocar um dedo muito próximo do nariz, onde vemos duas imagens do dedo, e ir distanciando-o lentamente.

Muito bem, já sabemos que se tivermos dois olhos somos capazes de analisar a profundidade de uma imagem. Então, porque no cinema tradicional não nos apercebemos das três dimensões? Pela mesma razão que não distinguimos a profundidade numa fotografia. Essas imagens que alcançam o nosso sistema de visão foram capturadas como uma única imagem, pelo que a terceira dimensão “já tinha sido eliminada”.

A partir daqui já podemos tirar a primeira conclusão. Se um filme não tiver sido gravado em 3d, com duas câmaras ou mais, não é possível que seja um filme 3d. Existem certas técnicas para “modificar” um filme e dar-lhe uma certa profundidade, mas não é tecnicamente um filme em 3d.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...