Combustão Espontânea

Combustão Espontânea, mito ou realidade?

Há tantos filmes de fantasia em que personagens como bruxas ou demônios são reduzidos a cinzas que isso deixou de nos surpreender, mas se isso pudesse acontecer na realidade, sem razão aparente?
Este fenômeno, embora não esteja provado, existe e é conhecido como Combustão Espontânea.
Combustão Espontânea

O que é a Combustão Espontânea?

A combustão espontânea é um fenômeno que a ciência não conseguiu explicar e baseia-se na ignição súbita de uma pessoa ou animal sem causas externas aparentes. Existem até 200 casos conhecidos de combustão espontânea em todo o mundo. O mais recente em fevereiro de 2013, com um final trágico, foi o de um cidadão de Oklahoma encontrado carbonizado por razões desconhecidas na sua casa. Nada em redor do corpo do homem indicava a presença de um incêndio, havendo até um frigorífico a menos de um metro de distância dele. Após o caso ser investigado, não se conseguiu encontrar uma fonte de ignição lógica, pelo que os forenses tiveram de determinar que se tratava de um caso de Combustão Espontânea.

Teorias sobre a combustão espontânea

Muitos cientistas e estudiosos do paranormal têm tentado explicar a razão deste terrível acidente. A sua investigação levou-os a detetar alguns pontos comuns na maioria das vítimas:
  • O incêndio apenas afeta a vítima.
  • Há uma possível, embora remota, origem lógica do incêndio.
  • Ocorrem sempre dentro de casa
  • Os corpos das vítimas são encontrados horas após o incidente.
  • Nunca há testemunhas do evento.
Algumas das hipóteses sobre a origem da Combustão Espontânea, decorrentes dos dados acima referidos, são as seguintes, embora se deva notar que, de momento, nenhuma delas foi provada:

Consumo de álcool

Curiosamente, um grande número das pessoas afetadas pela combustão espontânea eram alcoólicos. Esta teoria sustenta que as vítimas podem ter sofrido de cetose, que provoca a produção maciça de acetona, uma substância altamente inflamável.
Assim, se um objeto aceso, como um cigarro, tivesse estado perto dos seus corpos, os seus corpos teriam tido muito mais probabilidades de se incendiar. Esta teoria, no entanto, é considerada improvável.

O efeito pavio

Esta teoria argumenta que em combustão espontânea, o fogo tem origem fora do corpo e permanece centrado apenas na vítima porque a gordura corporal pode alimentá-la durante horas.
Estar num espaço fechado onde não há muito oxigênio também contribui.

Eletricidade estática

De acordo com esta hipótese, a própria eletricidade estática do corpo provocaria um curto-circuito, que provocaria uma reação em cadeia elevando a temperatura interna a níveis incríveis, carbonizando o corpo.

Dietas “explosivas”

Esta possível explicação baseia-se no facto de as vítimas serem europeias e americanas. Os alimentos consumidos por estas sociedades, misturados de certa forma no aparelho digestivo, poderiam provocar reações químicas capazes de gerar gases altamente inflamáveis.

O “pirotron”

Esta é a opção menos aceite. Argumenta que existe uma partícula subatômica chamada “pirotron” que pode colidir com um núcleo celular e causar uma reação em cadeia no corpo.
A Combustão Espontânea é um fenômeno que continuará a atrair a atenção dos investigadores até que seja resolvido. Esperemos que um dia descubramos o que o provoca, mas até lá, o que achas? É um fogo gerado internamente ou externamente?
4

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...