buracos negros

Como funcionam os buracos negros?

Desde sempre que o Homem tem querido explorar o espaço sideral. Mas com as nossas limitações, torna-se difícil de calcular com precisão a quantidade de asteróides, meteoritos, galáxias e planetas. No entanto, um dos fenómenos que mais interesse nos desperta são os buracos negros pelas suas características únicas.

buracos negros

O que é um buraco negro?

De acordo com a NASA, um buraco negro pode ser definido como uma área específica no espaço onde a gravidade é tão forte que nem mesmo a luz consegue escapar. O campo gravitacional de um buraco negro é tão potente porque a matéria está a tentar passar por uma região muito pequena. Um buraco negro pode surgir quando uma estrela morre.

horizonte de eventos

Os tamanhos

Há teorias que nos dizem que um buraco negro pode ter qualquer tamanho. Supostamente poderá haver buracos do tamanho de um átomo. Mas as aparências enganam, já que se calcula que a massa dentro de um destes seria equivalente a uma montanha grande. A massa é a quantidade de matéria dentro de um objecto. Mas vamos falar sobre os que já conhecemos e que puderam ser “observados”.

O tamanho seguinte é o Buraco Negro Estelar. Podem conter uma massa 20 vezes superior à do sol. Há cientistas que dizem que na nossa galáxia, a Via Láctea, podem existir muitos buracos negros estelares.

O buraco negro de maior tamanho é o Buraco Negro Supermassivo. A massa destes fenómenos é superior a um milhão de sóis. A ciência diz-nos que no centro de cada galáxia existe um Buraco Negro Supermassivo. No centro da Via Láctea temos o Sagittarius A, que tem uma massa superior a quatro milhões de sóis.

buraco negro

Mas como aparecem os buracos negros?

Os cientistas revelam que o mais provável é que os buracos negros se terão começado a formar ao mesmo tempo que o próprio universo.

Quando morre, uma estrela pode colapsar sobre si mesma e é criado um buraco negro.

Uma supernova ocorre quando uma estrela passa por este processo. Ao morrer, a estrela fragmenta-se e a sua matéria sai disparada pelo espaço.

Em relação aos buracos negros supermassivos, os cientistas dizem que provavelmente se formam ao mesmo tempo que a galáxia onde estão localizados.

A sua força de gravidade é tal que atraem todas as estrelas e planetas perto deles. Em relação à Terra, não há problema uma vez que não existem buracos negros relativamente próximos de nós, de forma que o nosso planeta não corre perigo de ser atraído para nenhum deles.

Mas imaginemos que havia um buraco negro comparável em massa ao nosso sol no centro do sistema solar. O que iria acontecer? Provavelmente, o sol seria sugado e o buraco negro tomaria o seu lugar. Este buraco negro teria a mesma gravidade que o sol e todos os planetas seguiriam as suas rotas de translação e rotação (em volta do buraco negro e sobre os seus eixos, respectivamente).

A NASA diz que o sol não é uma estrela suficientemente grande para dar origem a um fenómeno como um buraco negro, mas também estamos sempre a descobrir coisas novas todos os dias…

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...