A Terra não é uma esfera, é uma batata

A Terra não é uma esfera, é uma batata

Após dois anos em órbita, o satélite GOCE da Agência Espacial Europeia (ESA) recolheu dados suficientes para criar um mapa da gravidade da Terra com uma precisão sem precedentes.

Os cientistas já o deram a conhecer, e segundo parece, tem a forma de uma batata. O modelo serve para ilustrar as diferenças de gravidade em diferentes pontos do planeta. Assim, as zonas do modelo recreadas na cor amarela são aquelas onde a gravidade é maior, enquanto que a azul é menor.

O geoide, é a superfície de um oceano global na ausência de mares e correntes, em forma única pelo efeito da gravidade. É uma referencia fundamental para medir a circulação dos oceanos, as mudanças do nível do mar e a dinâmica do gelo, todos eles processos afectados pelas mudanças climáticas.

O professor Reiner Rummel, ex-director do Instituto de Astronomia e Geodesia Física da Technische Universität de Munique, Alemanha, afirma:

O GOCE oferece a topografia dinâmica e padrões de circulação oceânica com uma qualidade e resolução sem precedentes. Desta forma, irá melhorar a nossa compreensão da estrutura interna da Terra.

O GOCE trouxe muitas novidades na observação da Terra, graças ao gradiómetro, à sua órbita de menor altitude, apenas uma tonelada de peso, e ao seu inovador motor de iões que gera forças pequenas para compensar a resistência do satélite.

Também os dados da gravidade do GOCE estão a ajudar a desenvolver um conhecimento mais profundo dos processos que provocam os terremotos. Estes, criam assinaturas nos dados de gravidade, o que poderá ajudar a compreender os processos que conduzem a estes desastres naturais e em última instância, ajudar a prevê-los.

Via e Imagem | ESA

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...