sereias

A lenda das sereias

sereiasA lenda das sereias. As sereias foram personagens famosas da mitologia por serem belas mulheres que seduziam os homens com as suas belas vozes, guiando-os até à sua perdição. No entanto, originalmente na mitologia grega, as sereias eram mulheres com corpo de pássaro parecidas com as harpias. Filhas do rio Achelous e da musa Terpsícore, comenta-se que seriam três, cinco e até mesmo oito.

Como seres fabulosos das narrativas fantásticas da literatura ocidental, a função das sereias tem variado com o passar do tempo, tal como a forma como têm sido representadas. Geralmente são descritas como belas mulheres com cauda de peixe que encantavam os homens com os seus cantos, embora anteriormente tivessem sido descritas como tendo asas. Segundo a lenda, eram fiéis companheiras de Perséfone, mas quando esta foi raptada por Hades, não a conseguiram salvar e como castigo a deusa Deméter, mãe de Perséfone transformou-as em criaturas híbridas por não terem tomado bem conta da filha.

As sereias viviam na ilha de Artemisa, onde descansavam os restos mortais dos marinheiros que tinham sido atraídos pelos seus cantos, os quais anunciavam de forma enganadora os prazeres do mundo subterrâneo.

A literatura deu-lhe um lugar de destaque, a começar com a lenda de Jasão e os Argonautas, que conseguiram iludir a armadilha das sereias graças à habilidade de Orfeu. Este conseguiu silenciar a melodias das sereias com o seu próprio canto e assim distrair os Argonautas.

Por outro lado, na Odisseia de Homero, Ulisses tapou os ouvidos de toda a tripulação com cera e fez-se atar ao mastro do navio para não se atirar às águas quando ouvisse o canto das sereias. Ele sabia que se um homem fosse capaz de as ouvir sem se sentir atraído por elas, uma das sereias deveria morrer. E por isso mesmo, após ter ouvido os seus perigosos cantos, uma das sereias teve de perecer, uma sereia de nome Parténope. As ondas lançaram o seu corpo inerte para a praia e ali foi enterrada com honras num sepulcro que mais tarde se tornou num templo e que mais tarde ainda de converteu num povoado baptizado com o seu nome.

Esse povoado é actualmente a cidade de Nápoles, antigamente chamada de Parténope.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...