karaoke

A invenção do karaoke

Uma das invenções mais populares das últimas décadas é sem dúvida o karaoke, um aparelho que permite cantar as nossas canções favoritas e fazer-nos sentir como se fossemos verdadeiras estrelas da musica (para além de tornar a vida dos vizinhos num pesadelo). Brincadeiras à parte, esta forma de entretenimento teve uma aceitação e um êxito que o seu criador jamais poderia imaginar, sendo também usado para a aprendizagem de línguas e mesmo como forma de terapia contra a depressão.

karaokeO karaoke foi inventado no ano de 1971 por Daisuke Inoue, quando um empresário seu amigo o convidou a viajar numa viagem de negócios. Inoue não pode aceitar o convite, mas como forma de agradecimento gravou uma música que deu ao amigo. Um acto aparentemente normal, que lhe deu a ideia de gravar outras faixas musicais e de as distribuir por cafés e bares da cidade de Kobe (Japão). No entanto, precisava de um suporte, um aparelho, do qual apenas passados três anos foi possível criar o primeiro protótipo.

Este aparelho tinha varias faixas musicais (sem voz) interpretadas por Inoue e pelo seu grupo, e incluía um reprodutor, um amplificador e um microfone, para que qualquer pessoa pudesse cantar. A sua intenção era alugar o aparelho pelo menos a 20 estabelecimentos, para poder viver do respectivo aluguer enquanto dedicava o tempo à sua grande paixão, tocar com o seu grupo musical. O rápido desenvolvimento do karaoke deveu-se a não ter registado a patente, o que permitiu a criação e modificação do invento por qualquer pessoa. Mas ainda demoraria algum tempo para que os karaokes incluíssem um écran a mostrar a letra da canção, uma coisa actualmente tão familiar para nós, mas que era impensável nos anos 70.

Curiosamente o seu inventor manteve o anonimato até 1996, quinze anos após ter desenvolvido a ideia. Pelo facto de não ter registado a patente deixou de receber cerca de 185 milhões de euros, o que mesmo assim não o impediu de se sentir orgulhoso da invenção. Igual situação aconteceu com todas as suas invenções posteriores, mas o próprio Inoue esclarece que apenas tem gosto em inventar, e que se outros querem beneficiar com as suas invenções, são livres de o fazer. Entre estes inventos encontramos detergentes ecológicos ou repelentes para baratas específicos para karaokes, pois segundo Inoue estes insectos serão responsáveis por 80% das avarias.

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...