A foto de deporto mais espectacular e com mais impacto

A foto de deporto mais espectacular e com mais impacto

Com apenas 26 anos, Chris Detrick já é um nome sonante do foto-jornalismo desportivo.

Originário da Pensilvânia, este licenciado em jornalismo pela Universidade do Missouri começou por fazer parte da equipa do jornal diário “The Salt Lake Tribune”, e o que era para ser um emprego temporário tornou-se num trabalho a tempo inteiro. Em 2008, esta espectacular foto tirada por ele foi a vencedora de um prémio no World Press Photo, na categoria de desporto.

“Aquele dia 15 de Dezembro de 2007 perfilava-se como qualquer outro na partida de basquetebol, numa noite de sábado. O meu papel era simples: fazer algumas fotos na partida entre os BYU [Brigham Young] e os Pepperdine em Provo, no estado do Utah.

Cheguei ao Estádio Marriot Center e coloquei-me próximo da linha do jogo, do lado para onde atacava o BYU. Estávamos a metade do primeiro tempo, e Jonathan Tavernari, dos BYU, roubou a bola no lado oposto do campo e correu a grande velocidade para o cesto. Jason Walberg, dos Pepperdine, estava encarregue de o defender, de maneira que comecei a tirar uma sequência de imagens.

Quando capturava a acção, pareceu-me que a mão de Walberg atingira a cara de Tavernari. Jason hesitou, mas continuou na direcção do cesto. Falhou o cesto, mas permaneceu em jogo e os árbitros não apitaram falta. E continuei a disparar. Nem me tinha dado conta da foto que tinha acabado de tirar.

Durante o descanso seguinte, visionei as imagens no écran da câmara. Quando vi esta foto não pude evitar soltar um grito e rapidamente fiz zoom rezando para que estivesse focada. Estava. Marquei-a e fiz uma nota mental para transmitir esta imagem a meio da partida.

Terminei de fotografar a primeira parte e fui directo para a sala de imprensa para enviar a foto ao jornal. Quando a imagem apareceu no écran do meu computador portátil não podia acreditar no que via. O dedo de Walberg estava enterrado no olho de Tavernari. Os árbitros não marcaram falta pessoal e Tevernari ficou lesionado.

Mais tarde descobri que tinha um pequeno arranhão no nariz e que os olhos ardiam um pouco depois da partida, mas não teve nenhuma perda de visão. A imagem foi relegada para a secção de desporto, ocupando duas colunas e meia. Gostava de a ter visto em maior tamanho no jornal, mas também apareceu nas revistas da ESPN e Sports Illustrated.

Não recebi nenhuma reacção do publico após a sua publicação, mas tive uma boa reacção quando a enviei para o site “A Photo a Day”. Na semana seguinte, o jornal “The Salt Lake Tribune” entrevistou os dois jogadores da foto para ver a sua reacção perante a imagem.”

“Creio que muita gente pensa que foi intencional quando vêm a imagem”, disse Walberg. “Mas não houve nenhuma segunda intenção. Foi uma coisa normal da partida. Coisas como esta acontecem em muitos encontros. Quem vir a serie de imagens descobrirá que não há má intenção. Aconteceu muito rápido…

Parece que enfio os dedos nos olhos dele, mas não foi assim”. Mais tarde, Walberg acrescentou: “Não sei como o fez (o fotografo). Ganhará algum prémio por isso. Realmente trata-se de uma imagem incrível”.

“No ano seguinte esta imagem foi galardoada com vários prémios de fotografia internacionais, como a World Press Photo, a Pictures of the Year Internacional, o NPPA Best of Photojournalism e o Picture of the Year da SportsShooter.com. É uma das minhas imagens preferidas até agora.” E até poderia estar na lista da melhores fotos desportivas da história.

E na verdade, é mesmo uma foto espectacular, que doí só de olhar. Não sei se será a melhor fotografia desportiva da história, mas se não for pouco falta.

1

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...