Proibições absurdas

7 Proibições absurdas que existem actualmente em várias partes do mundo

Proibições absurdas Uma proibição decretada por um governo e vinculada a temas complexos, como a censura ou a discriminação, é vista muitas vezes como algo negativo por parte dos cidadãos. Mas a verdade é que muitas vezes, determinadas proibições parecem algo razoável, podendo trazer alguma tranquilidade ou certos benefícios para a sociedade e a segurança pública.

Fumar em lugares públicos ou fechados, por exemplo, é proibido em várias partes do mundo, e é algo lógico de que ninguém se pode queixar.

No entanto, muitas vezes na tentativa de controlar a população, alguns governos levaram o assunto das proibições para o terreno do absurdo e do ridículo, afectando coisas inofensivas, ou pelo menos para situações que podiam ser solucionadas com uma simples regulação.

Se seguida vamos ver 7 exemplos de coisas absurdamente proibidas em diferentes partes do mundo.

 

7 – Filmes pornográficos com protagonistas de seios muito pequenos – Austrália

seios pequenosEsta proibição exageradamente específica na Austrália, foi decretada na suposição que os filmes pornográficos que incluem protagonistas femininas com seios muito pequenos seriam um incentivo para a pedofilia.

 

6 – Livros de comics que mostram actividades criminosas – Canadá

Proibições absurdas Uma lei canadiana que data de 1949, quando a popularidade dos livros de comics policiais e criminais estava em plena ascensão, mas que contínua vigente, proíbe publicações de qualquer tipo que apresente este género de histórias ou que mostre actividades criminosas.

 

5 – As viagens no tempo no cinema e na televisão – China

Proibições absurdas Em 2011, quando eram cumpridos 90 anos da criação do Partido Comunista da China, as autoridades lançaram um decreto a proibir as viagens no tempo em filmes e séries televisivas, argumentando que estes (quando são ao passado), são uma falta de respeito para com a história.

 

4 – Vários penteados – Irão

Proibições absurdas O Irão declarou-se livre dos estilos e penteados da “decadente cultura ocidental” e proibiu nos homens o penteado “mullet” (curto à frente e longo atrás), o rabo-de-cavalo, a utilização de fixadores ou simplesmente o uso do cabelo demasiado comprido.

 

3 – Os cinemas – Arábia Saudita

Proibições absurdas Na década de 1970 havia muitos cinemas na Arábia Saudita, mas em 1980, com o ressurgimento dos movimentos islâmicos e a pressão dos grupos religiosos mais conservadores, o governo decidiu fechar simplesmente todos os cinemas do país, para evitar que muita gente se reunisse numa sala às escuras. Actualmente existe apenas um único cinema IMAX na cidade de Khobar.

 

2 – Os jogos de vídeo – Grécia

Proibições absurdas Em 2002 o governo grego estava preocupado com o crescimento das apostas ilegais, mas não fazia a mínima ideia das diferenças entre as máquinas utilizadas nessas apostas e as que eram utilizadas pelas pessoas para jogar apenas por diversão, digamos por exemplo para jogar Mortal Kombat.

Desta forma foi aprovada uma lei a proibir todos os jogos electrónicos, qualquer que fosse o género. Os protestos públicos fizeram-se notar, mas longe de reconhecer o erro, o governo reafirmou a proibição dos jogos de vídeo nos lugares públicos.

 

1 – A reencarnação – China

Proibições absurdas O budismo tibetano na China dá a alguns dos seus líderes religiosos o título de “tulku”, que quer dizer que conseguiram controlar parcial ou totalmente a sua reencarnação, para poderem continuar as suas vidas subsequentes na sua missão religiosa.

No entanto, desde 2007 que o governo chinês se encarregou de aprovar a reencarnação dos tulkus. Se o aspirante não apresentar uma solicitude perante o governo, a sua reencarnação será considerada ilegal e inválida.

Esta última bem que podia servir como argumento para um filme de comédia e acção, se tal fosse possível, e interpretada pelo Jackie Chan.

 

E tu? Conheces mais alguma proibição governamental absurda que queiras aqui partilhar?

2

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...