pessoas inteligentes

5 Desvantagens de Ser Inteligente| O Lado Negro das Pessoas Inteligentes

Por mais estranho que possa parecer, ter as características de pessoas inteligentes não é garantia de vida fácil. Como em tudo na vida, a realidade não é a preto e branco, e a inteligência não é excepção à regra. Portanto, tomem nota, porque hoje vamos descobrir as desvantagens de se ser inteligente.  É tempo de desvendar os problemas que as pessoas inteligentes enfrentam frequentemente.
Diz-se muitas vezes que as pessoas inteligentes são afetadas quase sempre por um vazio existencial que raramente oferece felicidade genuína às pessoas que, pela lógica, deveriam ser as mais bem sucedidas socialmente. E no entanto, este não parece ser o caso. Na verdade, recordará sem dúvida o caso de William James Sidis, o homem mais inteligente e triste do mundo, de que já aqui falámos. Um exemplo claro de como, por vezes, a alta inteligência não trás felicidade ao coração. Está na hora de saber quais são as desvantagens de ser inteligente, queres juntar-te a nós?
pessoas inteligentes

Desvantagens de ser inteligente

Quase sempre pensamos que as pessoas com um QI muito elevado são as que geralmente conseguem os melhores empregos ou que deveriam ser as mais bem sucedidas na vida. No entanto, muitas vezes encontramos nas salas de aula crianças com grandes capacidades intelectuais que não são reconhecidas e são mesmo consideradas como estudantes com a síndrome de Einstein.
Parece que o sucesso social está quase sempre associado a personalidades extrovertidas, apaixonadas, abertas, com grande capacidade de diálogo, atração e auto-aperfeiçoamento. Contudo, de acordo com um estudo que foi feito nos anos 50 e que nos deu alguns dados que ainda hoje parecem ser verdadeiros, as pessoas que excedem um QI de 170 declaram-se infelizes e insatisfeitas. Por esta razão, queremos saber quais são as possíveis desvantagens de ser inteligente.

Indecisão

Alguns dos problemas das pessoas inteligentes estão frequentemente ligados à indecisão. Segundo eles, ser inteligente não garante que eles tomem sempre a decisão certa. Por isso, e porque muitas vezes reconhecem as desvantagens de tomar uma má decisão, pensam demasiado antes de tomar qualquer decisão.  Acontece frequentemente que depois de tomarem qualquer decisão se sentem verdadeiramente insatisfeitos, acreditando que poderiam ter feito algo melhor. Por isso, deves saber que uma das desvantagens de se ser esperto é que vais estar sempre a questionar se a decisão que tomaste foi a mais correta.

Solidão

As pessoas inteligentes desde tenra idade sofrem com a solidão devido à sua forma de compreender e questionar o mundo, especialmente quando são crianças. Os estudantes com um QI elevado estão conscientes de aspectos que vão para além daquilo que as crianças da sua idade deveriam estar conscientes.  São muito sensíveis a problemas existenciais, parecem constantemente preocupados com questões que os outros nem sequer notam. Isto por vezes resulta numa rejeição social ou num sentimento de “estarem sozinhos no mundo”.
Para revelar uma das desvantagens de ser inteligente, há uma das mais famosas frases de solidão que existem: “Este mundo em que vivo é vazio e frio, a solidão corta-me e tortura a minha alma”. Muitos peritos dizem-nos que os níveis de estresse e ansiedade em que as crianças com elevadas capacidades ou dotes tendem a viver, são comparáveis aos de um adulto com muitas responsabilidades.

Pontos cegos mentais

Este aspecto revela-se como um dos problemas mais curiosos das pessoas inteligentes. Keith Stanovich, professor na Universidade de Toronto, é um homem que passou mais de uma década a estudar pessoas com elevadas capacidades intelectuais. De acordo com ele, é muito comum encontrar as seguintes dimensões:
  1. A capacidade de tomar decisões corretas não está relacionada com a capacidade intelectual. É comum ver pessoas muito inteligentes preocupadas com coisas aparentemente irracionais que, longe de lhes trazerem um benefício profissional, pessoal, material ou emocional, as prejudicam. Esta é uma das desvantagens de ser inteligente que mencionámos acima.
  2. Além disso, apresentam aquilo a que ele designa de “pontos cegos mentais”. Isto é, apesar de serem muito sensíveis a questões existenciais, não são capazes de praticar uma introspecção adequada, de avaliar os seus erros para focalizar as coisas de uma forma mais apropriada. Podem prejudicar os outros sem se aperceberem, sendo muito difícil oferecer-lhes ajuda quando precisam dela, porque se vêem a si próprios como “auto-suficientes”. Por outras palavras, combinam um sentimento complexo de incompreensão com o facto de não saberem aceitar ajuda. Dimensões que Keith Stanovich, define como as grandes desvantagens de ser inteligente.

O que é melhor, elevada inteligência ou sabedoria adequada?

Obviamente, não podemos dizer que todas as pessoas com um QI muito elevado sejam infelizes. No entanto, uma grande percentagem deles tem problemas de depressão, ansiedade ou infelicidade que não sabem como definir, ou como ultrapassar.
Igor Grossman, professor na Universidade de Waterloo no Canadá, diz-nos que antes de se concentrarem no valor da inteligência, as pessoas devem aprender a desenvolver um conceito adequado de sabedoria, ou seja, aquela faculdade simples de saber tomar as melhores decisões, de saber cuidar melhor de nós próprios e dos outros, através de uma inteligência emocional adequada. Não é uma das características dos génios não ter sabedoria nos seus pensamentos, contudo, a falta de sabedoria é uma das desvantagens mais difíceis de resolver nas pessoas inteligentes.

Nem sempre é o melhor em tudo

Para encerrar a nossa lista dos problemas das pessoas inteligentes, podemos dizer que muitas delas podem sofrer de pressão social. Normalmente pensamos que as pessoas inteligentes têm a resposta para tudo, mas a realidade não é assim. Uma das desvantagens das pessoas inteligentes é precisamente que se espera que elas sejam as melhores em tudo.
Este tipo de pressão social torna as pessoas inteligentes ansiosas e em pânico sobre o que pode acontecer se as coisas não resultarem. Roshna Nazir, no seu artigo “A Smart Education for Smart Kids” afirma que os pais tendem a estar mais preocupados com o desempenho dos seus filhos quando estes são inteligentes.
As pessoas mais inteligentes nem sempre são génios da ciência ou da matemática, mas também aqueles que sabem apreciar a vida com humildade e felicidade. E tu conheces outros problemas das pessoas inteligentes que devamos acrescentar à lista?
8

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...