Curiosidades Sobre Hitler

5 Curiosidades Sobre Hitler

Curiosidades Sobre HitlerHitler é um dos personagens históricos mais populares do mundo, se não, o mais popular. Todos que conhecem esta história de nazismo ou já ouviram falar, certamente sabem que é Adolf Hitler.
Ele foi líder do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães ou “Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei” em alemão, ficou mais conhecido ainda quando se tornou líder do Partido Nazi, que gerou todo este movimento nazi existente até hoje em alguns lugares.
Ao assumir o poder, Hitler decretou que seriam indesejadas qualquer outro tipo de raça que não fosse originalmente alemã, e foi além, desejava excluir da sociedade os eslavos, as Testemunhas de Jeová, os polacos, os deficientes mentais, os homossexuais, os ciganos, os deficientes físicos e também os judeus. Então se estabeleceu uma perseguição para com estes, que ficou mundialmente conhecida como “O Holocausto”. Este foi o período mais assustador e o mais popular da história mundial, onde morreram centenas de inocentes que não tinham culpa de absolutamente nada.
Hitler assumiu o poder na Alemanha no período dos anos de 1939 a 1945, onde o país se encontrava em meio a Segunda Guerra Mundial, que acarretou a morte de mais de 70 milhões de pessoas neste período. Hitler fez a apologia da perseguição das raças que era contra e entre mortes e tragédias, ele submeteu estes atentados a um período chamado “Solução Final” onde as raças cujo ele se opunha, eram enviadas para testes e experiências científicas e também militares.
Hitler então teve o papel de protagonista da década de 30 e de 40, onde matou milhares de pessoas simplesmente por não aceitar a diferença entre as raças, desde então, vários mitos e curiosidades sobre a sua personalidade foram sendo desvendadas ao longo dos anos, era evidente que depois de tudo aquilo, centenas de historiadores e cientistas fossem em busca de novas informações, a maioria das informações sobre sua vida particular foram publicadas no livro “O Arquivo de Hitler” escrito por Patrick Delaforce.
Algumas curiosidades que poucas pessoas sabem, mas que o abominável Hitler viveu enquanto fazia sua marca negativamente para o mundo. Confira agora, cinco curiosidades de Adolf Hitler.

Hitler sonhava tornar-se artista

O então ditador teve uma infância muito sofrida e solitária. No ano de 1900, em setembro, quando tinha 11 anos, Hitler entrou numa escola secundária que formava rapazes para a carreira técnica ou comercial.
A escola ficava localizada em Linz e chamava-se “Realschule”. Hitler publicou em seu livro que escreveu sozinho, que se imaginou sendo diversas coisas, como funcionário público, porém, ao se imaginar artista, um pintor na verdade, ele se negou e disse que não iria conseguir, pelo menos não enquanto estivesse vivo.
Após a morte do pai, aos 16 anos Hitler foi morar em Linz com a sua mãe onde se infliltrou em diversas escolas de artes, músicas, onde pintava museus, fazia esboços aleatórios, além de ter aprendido a tocar piano.
Ele gostava de ir a eventos formais como visitar museus e ir ao teatro.

Hitler escrevia poemas para se expressar

Quando fez 15 anos de idade, Hitler passava a maior parte do seu tempo exercendo as funções de “artista” lendo, pintando e escrevendo. Mais ou menos nesta idade Hitler escreveu um poema expressando algum sentimento que não eram definidos.
Então confira um de seus poemas escritos na adolescência.
(Obs: o sinal de * são palavras que não foram decifradas na leitura)
“As pessoas ali se sentam numa casa ventilada
Enchendo-se de cerveja e vinho
Comendo e bebendo em êxtase
(*) então de quatro.
Ali escalam os altos picos das montanhas
(*) com as faces cheias de orgulho
E caem como acrobatas em cambalhotas
E não podem se equilibrar
Então, tristes, voltam para casa
E em calma esquecem o tempo
Então ele vê (*), sua esposa, pobre homem,
Que lhe cura as feridas com uma boa sova.”
Este outro poema, os historiadores dizem que ele escreveu no ano de 1915 durante a Guerra de Trincheiras:
“Frequentemente sigo em noites frias
Ao Carvalho de Odim no calmo bosque
Tecendo com negra magia uma união
A Lua traça runas com seu feitiço
E sua mágica fórmula humilha
Os que se enchem de orgulho à luz do dia!
Forjam suas espadas em fulgurante aço – mas, em vez de lutar,
Congelam como estalagmites
Assim se distinguem as almas – as falsas das verdadeiras
Penetro um ninho de palavras
E distribuo dádivas aos bons e aos justos
E minhas mágicas palavras lhe trazem bênçãos e riquezas!”
adolf hitler

A primeira menina por quem Hitler se apaixonou era Judia

As histórias alegam que Hitler tinha uma ligação muito forte com a sua mãe, entretanto, o seu primeiro amor apareceu aos 17 anos e chamava-se Stephanie Isak, uma jovem loira, alta, de aparência bonita e que vivia no mesmo subúrbio que Hitler em Lins na adolescência.
O sobrenome dela indicava que fosse Judia, porém isso não fazia a menor diferença para ele. Neste período, ele dedicou poemas românticos para ela e contando com seu melhor amigo Gusti Kubiezek, ele ficava esperando Stephanie passar na rua, entretanto tinha sempre o olhar atento da mãe por perto, que não a deixava fugir das tradições.
Hitler, segundo a história, confessou para seu melhor amigo que faria de tudo para ter ela e se precisasse, ele a sequestraria. Como a jovem moça só ignorava Hitler, ele então planeou suicídio, onde queria se afogar no rio Danúbio, levando ela junto com ele. Passaram-se anos e Stephanie e Hitler seguiu seu caminho, é possível dizer que ela nunca conversou com ele, e então casou-se com um soldado alemão.

Hitler já esteve do lado de um movimento comunista

Em novembro de 1918, logo após o armistício de 11 de novembro, que deu então fim a Primeira Guerra Mundial, Hitler era cabo do exército e havia deixado o hospital para voltar a Munique.
Lá conheceu um judeu que era jornalista e socialista fascinado chamado Kurt Eisner, Hitler ficou contagiado pelo novo amigo e também era um crítico do teatro da cidade. Kurt, por sua vez, teve papel importante nesta história, ele organizou uma revolução na Alemanha que proclamou o estado de Baviera como um estado livre da monarquia no ano de 1918.
Hitler então havia sido nomeado representante (Vertrauensmann em alemão) da “7° Companhia do 1° Batalhão de Reserva do 2° Regimento de Infantaria de Baviera”. Ele ocupava diversas funções, e entre estas ele ajudava o departamento de propaganda do Partido Social-Democrata Independente que se encontrava na Alemanha.
No dia 13 de abril os soldados de Munique efectuaram uma eleição para assegurar que sua guarnição estivesse sendo mantida lealmente à nova republica comunista. Hitler então era vice-presidente do batalhão, e de acordo com o livro de Delaforce, era um defensor da república comunista, e vários de seus amigos também apoiavam esta instauração.
Então, no dia 3 de maio de 1919, a revolução foi definitivamente massacrada.

Hitler era preguiçoso na escola

Hitler teve um empenho bastante ruim na escola de uma maneira geral, porém quando o assunto eram artes suas notas se elevavam.
O mais espantoso diante de suas notas ruins, era que, não só possuía qualidades em artes, mas também em ginástica, que, ao seguir de sua vida a história mostra que, depois de adulto, Hitler detestava exercícios físicos e raramente fazia caminhadas ou praticava desportos.
Curiosidades assim mostram que a maioria das coisas que Hitler se revoltou quando mais velho, foi porque o incomodavam quando criança, embora nada justifique o fato de que ele tenha matado milhares de pessoas, o que podemos tirar de conclusão é que um exemplo como este jamais deve ser seguido, porém deve ser conhecido como um caso a parte onde a história de vida tem muita influencia nas futuras decisões.
11

Sem comentários

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.


Subscrever grátis

Subscreve a nossa lista de email e recebe artigos interessantes e actualizações comodamente na tua caixa de email.

Obrigado por nos subscrever.

Algo não correu bem...