O mistério da casa que sangrava em Atlanta

sangueAs casas que sangram são um fenómeno que se tem vindo a repetir ao longo da história e para o qual, em muitos casos, não existe qualquer explicação minimamente verosímil. Diversas investigações policiais e até mesmo paranormais já tentaram averiguar o que estava a acontecer nas paredes dessas casas sem o conseguir.

Hoje vamos falar de uma dessas casas que sangram nos Estados Unidos, mais propriamente sobre a casa que sangrava em Atlanta.

 

O mistério da casa que sangrava em Atlanta

Os factos ocorreram em Setembro de 1987 e até mesmo o New York Times fez eco desse estranho acontecimento.

O casal Minnie e Will Winston dormia tranquilamente na noite de 8 de Setembro de 1987, na sua casa no número 1114 da Fountain Drive, na cidade de Atlanta. Ela tinha 77 anos e ele 79 nessa altura. À meia-noite, Minnie levantou-se para ir à casa de banho e quando ali entrou verificou que o chão e as paredes estavam cheias de sangue. Alarmada, chamou imediatamente o marido, pensando que podia ter havido algum acidente, pois este andava com problemas de saúde e ia a sessões periódicas de diálise devido a um problema renal. Will levantou-se imediatamente. Quando o ouviu, Minnie respirou mais calmamente porque o seu pijama não apresentava qualquer sinal de sangue. Mas, então de quem era aquele sangue todo? Juntos deram a volta à casa e viram que havia outras 6 divisões da casa com o mesmo aspecto. O sangue caia das paredes e empapava o chão.

casa que sangravaOs Winston chamaram então a polícia que procurou na zona algum animal ou pessoa ferida ou morta, mas não encontram nada. Minnie e Will confirmaram que não tinham qualquer tipo de ferida e que nessa noite tinham-se deitado por volta das 9, não tendo ouvido qualquer ruído fora do normal. Tiraram amostras e enviaram-nas para análise. O sangue veio a confirmar-se ter origem humana e ser do grupo 0. Ficou assim descartada a possibilidade de ser de algum dos dois Winston, pois ambos eram do grupo A. Também foi descartada a possibilidade de ser uma brincadeira porque o facto de ser sangue humano, bem como a quantidade de sangue encontrado na casa, tornava esta hipótese bastante improvável.

Os factos não se repetiram. Já passaram quase 30 anos desde então e ainda não foi encontrada qualquer explicação minimamente razoável para o mistério da casa que sangrava em Atlanta, permanecendo este como um dos casos não resolvidos pela polícia local.

E tu? O que achas que aconteceu neste mistério da casa que sangrava?

loading...

Deixe o seu comentário

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Refresh